terça-feira, 11 de julho de 2017

Deus para Santa Catarina de Siena: "Atos Homossexuais São Tão Malignos Que Causam Repulsa Até aos Demônios"


O renomado jornalista Edward Pentin escreveu hoje sobre o últimas informações sobre o caso do monsenhor que foi preso em flagrante em uma orgia gay drogado com cocaína dentro de um apartamento que pertencia ao cardeal Coccopalmerio. Esse monsenhor era secretário de Coccopalmerio e iria se tornar bispo. Falei do caso aqui no blog duas vezes, a última pode ser lida clicando aqui.

Pentin e muitos outros jornalistas estão tentando arrancar algum comentário sobre o fato, mas o porta-voz do Vaticano Greg Burke foge das perguntas como o diabo foge da cruz. Apenas dizendo que não vai comentar ou que não pode falar.

Que incrível! Um caso dessa magnitude e o Vaticano silencia.

Esse silêncio do Vaticano apenas confirma a história. Mas Pentin lembra que inúmeras fontes do Vaticano confirmam o fato.

Pentin também diz que o cardeal Coccopalmerio desapareceu socialmente. Não é mais visto há dois meses.

Uma fonte de Pentin diz que os casos de atos homossexuais nunca foram tão frequentes dentro do Vaticano.

Pentin lembrar a famosa frase do Papa Francisco dita no avião saindo do Rio de Janeiro e indo para Roma, no qual se absteve de julgar os gays. O que na prática liberava o homossexualismo. A "comunidade" LGBT não cansa de explorar essa frase do Papa Francisco, como mostra a imagem acima.

A frase exata do Papa é "Se a pessoa é gay, procura Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgar".

Assim, sobrou apenas "procurar Deus" e "ter boa vontade" para evitar julgamento do Papa. Esvaziando a quase nada as palavras de Cristo.

Quantas vezes Cristo julgou as pessoas quando estava entre nós? Ele chegou a chamar São Pedro de Demônio, condenou os fariseus (apesar de lembrar que a Lei que eles defendiam era para ser seguida. E essa lei sempre condenou atos homossexuais), pediu para a prostituta nunca mais pecar, disse que a primeira missão dos apóstolos era expulsar os demônios...

Finalmente, Pentin lembra as palavras de Deus dirigidas a Santa Catarina de Siena contra padres que praticam atos homossexuais.

Deus diz a Santa Catarina que o ato homossexual é tão maligno que causa repulsa até aos demônios. 

Vejamos parte do texto de Edward Pentin publicado no The National Catholic Register.

The Drug-Fueled Homosexual Scandal Allegations at the Holy Office
Whatever the exact truth behind the lurid and disturbing story, it has further exposed such gravely sinful behavior taking place in the Vatican that one senior member of the curia says has “never been worse.”

Um comentário:

RICARDO LIMA disse...

Se até os demônios, no mais profundo do inferno, sentem repulsa por estes atos, como o Papa Francisco pôde dizer uma frase como esta?

Tristes tempos os nossos. :(