domingo, 9 de setembro de 2018

Pesquisa: 26% dos Americanos querem Renúncia do Papa.


Com as denúncias contra o Papa, a Revist Newsweek publicou pesquisa do YouGov que mostrou que 26% dos americanos querem que o Papa Francisco renuncie, enquanto 36% não têm certeza disso e 39% dizem que ele não deve renunciar.

A pesquisa não selecionou por religião. Então responderam ateus, catolicos, protestantes, etc.

Assim, 26% é um número gigantesco.

A  pesquisa separou, no entanto, por filiação partidária. Daí, mostrou que 41% dos eleitores do Partido Republicano (partido de Trump) querem a renúncia do Papa. Enquanto apenas 13% dos esquerdistas do Partido Democrata (partido de Obama) querem a renúncia.

A revista lembra que a maioria dos católicos votou em Trump.

O Papa sabe onde está seu "eleitorado".




3 comentários:

Isac disse...

Aqui no Brasil os usuarios de anel de tucum, os esquerdistas-TLs e material-ateístas, maçons, inimigos da Igreja em maior parte, assim como os recasados e "católicos" liberais, feministas, glbtistas...

Bruna A. disse...

Isso é evidente.

Os americanos, sendo protestantes, acreditam e pregam que o Papa é o anticristo. E eles falam isso de absolutamente TODOS os papas. Sai um, entra outro, e o discurso nunca muda: "É o anticristo! É o falso profeta!". Francisco não é o primeiro nem o último Papa odiado pelos americanos, que odeiam todos os papas igualmente.

Basta fazer uma pequena visita em canais de youtube protestantes e americanos para ver a enormidade, a quantidade quase ilimitada de falsas acusações que se jogam contra a Santa Igreja, os Papas, e especialmente a Ordem dos Jesuítas.

A nação americana é inimiga da Igreja, sempre foi. Católicos foram perseguidos e até mortos lá no EUA.

Pedro Erik disse...

Meu caro, há excelentes católicos atualmente e na história dos Estados Unidos.

Os EUA possuem também renomados padres católicos, como Thomas Merton e Fulton Sheen. E renomados escritores católicos como Flannery O'Connor e Peter Kreeft. Lembre que muitos irlandeses formaram os EUA. Inclusive muitos da mídia americana são católicos como Bill O'Reilly, Ben Shapiro, Laura Ingraham e Hannity. Eles estão em primeiro lugar em audiência nos Estados Unidos.

Os Estados Unidos, com seus soldados, salvaram na história muitos países católicas, como a própria Itália na Segunda Guerra Mundial e a França.

Abraço,
Pedro