quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Estado Islâmico Ordena Matança de Crianças com Síndrome de Down


Mais uma política pública que une terroristas islâmicos e esquerdistas: a morte daqueles que eles consideram incapazes.

Outro dia, eu estava assistindo a um debate na Globonews sobre o processo de impeachement da Dilma, o debate contava com a participação do ex-ministro do STF Ayres Britto (foto abaixo). Ayres Britto passou o programa inteiro defendendo a Constituição Federal, como a lei magna do país, que todos no STF devem respeitar. Lá pelas tantas ele resolveu descrever o que o STF tinha feito em favor da sociedade, entre os sucessos do STF ele descreveu o aborto e o casamento gay. Duas ações que são completamente contrárias ao que diz a Constituição Federal. O STF rasgou a Constituição  Federal nos dois casos. E Ayres Britto foi relator em favor do casamento gay, que afronta o parágrafo 3 do artigo 226 da Constituição. Afrontas à Constituição que atingem a instituição mais importante de um país: a família. O bando de imbecis no STF aprovaram unanimemente o casamento gay, rasgando a Constituição e legislando sem ser terem sido eleitos para isso, coisa que ele passou o programa inteiro dizendo que o STF não deveria fazer.


Quanta estupidez!! E o líder do programa William Waack não reagiu, pareceu concordar com a descrição de Ayres Britto. Eu desliguei a televisão.

Ontem, eu li que o Estado Islâmico fez uma "fatwa" (determinação legal) para que as crianças com síndrome de Down fossem mortas. Acho que o STF brasileiro e muitos esquerdistas achem essa determinação bastante "progressiva".

Vejamos texto sobre o Estado Islâmico, do site The Clarion Project.

Report: ISIS Issues Fatwa to Kill Downs Syndrome Children

The Islamic State issued a fatwa condemning to death children with Down’s syndrome, according to the Facebook page Mosul Eye, which says it reports news from within Islamic-State-occupied Mosul.

 “The Shar'i Board of ISIL issued an ‘Oral Fatwa’ to its members authorizing them to ‘kill newborn babies with Down's Syndrome and congenital deformities and disabled children.

“The Fatwa was issued by one of ISIL's Shar'i judges, a Saudi judge named ’Abu Said Aljazrawi’.”
Mosul Eye claimed to have recorded “more than 38 confirmed cases of killing babies with congenital deformities and Down's Syndrome, aged between one week to three months.”

--
Rezemos pelas crianças e suas famílias.

 

7 comentários:

Anônimo disse...

Meu amigo,
Como foi de férias? Espero que tudo bem!
Só uma pergunta: essa desgraça de EI ainda está organizada depois de tanto bombardeio, a ponto de conseguir publicar leis?
Um abraço,
Gustavo.

Pedro Erik disse...


As férias foram boas, dedicadas aos filhos, abençoadas, muito obrigado, caro Gustavo.

Sobre o EI, eles ainda são fortes, meu amigo. A luta não pode ser vencida apenas com aviões jogando bombas. Militarmente na região, só com soldados em terra. Mas para vencer mesmo é bem mais difícil, é uma ideologia da morte presente em muitos países, que age no vácuo cultural do ateísmo.

Sabe a luta contra o comunismo, que ainda não foi vencida, mesmo depois da queda da União Soviética? Essa contra o EI é ainda mais difícil.

Abraço,
Pedro Erik

Adilson disse...

Boa noite, Pedro.

Eu acompanhei essa terrível notícia com bastante dificuldades, pois você estava de férias. Meu amigo, muita coisa aconteceu durante sua ausência e precisei me virar nos trinta..eh, eh, eh. Foi difícil engolir essa terrível notícia e eu só fiquei sabendo através de um grupo no facebook denominado "Mulheres Cristã contra o Islamismo". Aliás, esse grupo posta bastante notícias do Thyself. Aha!

Eu queria estar diante de um ministro do STF que defende o aborto de crianças com problemas de anencefalia, só para dizer "que a diferença entre o STF e o ISIS é que este mata depois de nascido"

Eu não soube se o papa Francisco se pronunciou sobre o assunto. Sabes dizer?

Abraços.

Pedro Erik disse...

Acho que não se pronunciou não, meu caro Adilson, até onde eu sei. Infelizmente.

Grande abraço, amigo.
Pedro Erik

Vic disse...

Se os sanguessugas do EI são aliados dos vampiros comunistas, tendo ambos partes co'o diabo, isso é "normal"!

RICARDO DA SILVA LIMA disse...

E ainda existem pessoas que pedem para termos diálogo com o Estado Islâmico.

Com inimigos deste "naipe", não há conversa, tão somente ação. E das bem duras, diga-se de passagem.

Cumprimentos, Pedro. :)

Marcio disse...

"As raças mais fracas para conduzirem as novas condições de vida devem deixar de existir. Elas devem perecer no Holocauto Revolucionario" - decreto do deus STÁLIN.