quarta-feira, 6 de julho de 2016

Pesquisa: Povo Argentino NÃO Confia mais no Papa Francisco.


Pesquisa desse ano na Argentina, mostra que o povo argentino não confia mais no Papa Francisco. Assim que foi eleito, o Papa era considerado o argentino mais honesto e confiável. Mas na última pesquisa da Revista Noticias, o Papa caiu para o nono lugar. Parece que o povo argentino, assim como o mundo, não conhecia Jorge Bergoglio, antes de virar Papa.

Os mais honestos argentinos, segundo os próprios argentinos, são os três da foto acima: Margarita Barrientos (líder da fundação Comedor Los Pilestones que ajuda a alimentar os mais pobres), Elisa Carrió (advogada e fundadora de um partido político que apoia Maurício Macri) e René Favaloro (famoso cirurgião argentino).

O jornal New York Post explicou por que os argentinos não confiam mais no Papa.

O Papa é muito apoiador de Kirchner, que estão envolvidos em enormes casos de corrupção na Argentina, além de apoiar outros líderes comunistas bolivarianos da América Latina, como Evo Morales e Rafael Correa. O Papa recebeu muito mal o novo presidente da Argentina, Maurício Macri, e isso pegou muito mal entre a população. O jornal lembra que Papa Francisco chegou a receber Hebe de Bonafini, que é uma crítica radical de Macri, sendo tão radical que até defendeu os ataques terroristas ao World Trade Center em 2001, nos Estados Unidos.

Além disso, em um escândalo de corrupção recente, um ex-ministro de Kirchner foi pego escondendo milhões em uma diocese.

O jornalista Jorge Lanata que é o décimo argentino mais honesto, apenas um ponto acima do Papa, denunciou casos de corrupção que envolve o Papa Francisco e a organização de caridade da Argentina preferida do Papa Francisco, Scholas Occurentes,

O Papa Francisco é de fato um inimigo declarado do governo Macri. Imaginem um Papa brasileiro dizendo a toda hora que houve um golpe contra a Dilma Rousseff no Brasil. É isso que há na Argentina, uma Papa se metendo em política. Sem falar nos casos de corrupção que envolvem o nome dele.

Isso é realmente um desastre para um Papa, que deveria ter os olhos voltados para Cristo, para o que Cristo pede que ele faça e não para política.

O Papa realmente merece ter caído de posição no ranking dos argentinos honestos e confiáveis. Infelizmente.


3 comentários:

paulo disse...

você tá fazendo falta lá no facebook.

Pedro Erik disse...

Obrigado, Paulo.
Realmente vejo que Facebook acessa bastante o blog.
Mas eu acho que o Facebook tomaria ainda muito mais meu escasso tempo.
Grande abraço,
Pedro

Vic disse...

CADA VEZ MAIS CRITICADO, ATÉ DE FORMA DESRESPEITOSA...
Comportamentos acima até de supostos católicos; nos outros sites então, nem citar!
O relatado acima já vi noutros locais, de forma similar e até as visitas ao papa Francisco no Vaticano estariam decrescendo.
Esse de ele manter amizade e encontros com certos carniceiros da humanidade, caso Fidel Castro, ditadores vermelhos, apoio a "movimentos sociais"(= milicias comunistas), a protestantes e a outros relativistas o desprestigia, além de certas falas discordantes do magisterio anterior, como de posições do papa Bento XVI.
Então, depois do retorno da Armenia...