terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Padre Diz que Eremita de Loreto Previu nos anos 80 que Trump "Levaria os EUA de Volta para Deus",




No vídeo, acima o padre Giácomo Capoverdi nos fala de uma previsão do eremita de Loreto.

Vou explicar o que ele diz, para aqueles que não entendem inglês.

Loreto é uma cidade italiana nas costas do adriático que possui o Santuário da Santa Casa. É acreditado que a casa que Nossa Senhora viveu em Nazaré foi transportada por anjos para a Itália, depois que os muçulmanos tomaram conta da região. Essa casa acabou se estabelecendo em Loreto. No Santuário, existe uma casa em pedras com características que existiam na época de Nossa Senhora. Foto abaixo:


Em volta desse Santuário vivia um eremita americano. O padre  conta que um médico amigo dele pediu ao padre que quando estivesse na Itália, fosse em Loreto e conversasse com o eremita. O padre assim o fez e ficou maravilhado pelo conhecimento e pela fé do eremita.

Recentemente, o médico contou ao padre que o eremita lhe disse nos anos 80 que Donald Trump seria a pessoa que "levaria os Estados Unidos de volta para Deus" e que inclusive o eremita tinha colocado o nome de Trump na Porta Santa do Vaticano para receber orações. 

O padre diz que lembrou disso ao ver a primeira-dama dos Estados Unidos rezar o Pai Nosso no último comício que Trump fez no sábado passado (vídeo da oração que ela fez abaixo).





Será? Parece uma análise bem apressada, para dizer o mínimo.

Mas que Trump é bem mais cristão que Obama não há a menor dúvida. E nesse sentido, leva os Estados Unidos de volta a Deus.

A primeira coisa que Trump fez foi banir o financiamento ao aborto internacional. Obama fez justamente o contrário nos seus primeiros dias de governo. Trump e seu vice falam contra a lei de aborto dos Estados Unidos. Obama defende o aborto sob demanda e chegou a defender que a criança que sobrevive a um aborto deve ser deixada para morrer de inanição, não deve receber ajuda médica. Trump não defende casamento gay. Obama é líder na defesa do casamento gay. Trump fala em defender os cristãos do Oriente Médio, Obama os abandonou. E por aí vai...

Rezemos por um mundo mais próximo de Deus e não apenas nos Estados Unidos.


2 comentários:

RICARDO LIMA disse...

A mudança se dará por etapas. Agora é a vez de Trump. Quem sabe o próximo presidente dos E.U.A venha a ser um Católico? Sonhar, por enquanto, não paga
imposto. :)

Isac disse...

ATÉ ENTÃO, TRUMP TEM CONFRONTADO OS RELATIVISTAS DE TODOS OS NAIPES!
Levar para a fé os EUA por obra do Trump dá para crer, mas saber se o povo a acataria seria outra, nessa corrupção em que vivemos, a começar de cada dia um novo pecado, de forma desafiante, cada vez mais atrevida e ousada?
Basta conferir o Vaticano, centro do mundo e o que provém de lá de uns tempos para cá, sempre deteriorando-se e o clero apático, começar do topo, salvas as raras exceções...
Não é o caso de N Senhora Aparecida exposta numa bacanal promovida pelos filhotes de Satã, com aprovação de certos prelados, até da CNBB?