sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Vídeo: Mídia Esquerdista nos EUA em Pânico: "Bernie Sanders Não!!!"


No momento, tudo indica que Trump enfrentará um candidato que acha que Argentina está melhor que os EUA, que prega sistema de saúde de graça para todos com fim das seguradoras privadas, que defende abertura completa das fronteiras, que prega destruição dos bancos privados, que acha que os EUA devem zerar emissão de gás carbônico em nome de risco de aquecimento global, que defende o Irã contra o próprio país, que deseja desarmar toda a população americana, que prega casamento gay e aborto sem qualquer limite, que despreza o cristianismo, que se denomina "socialista democrata", que é judeu mas defende os palestinos contra Israel, e que mostra completo desprezo pela história do próprio país.

Isso é Bernie Sanders. Um velhinho comunista que sofreu ataque cardíaco recentemente.

A mídia esquerdista americana está em pânico com a possível nomeação dele para enfrentar Trump. Sabem que ele não tem a menor chance de enfrentar Trump.

Como mostra o vídeo que se vê clicando aqui.

Em todo caso, Sanders pode ser o caso mais radical, mas é apenas um pouco mais radical que os outros, todos assinam em baixo de 80% das teses de Sanders, com diferenças apenas na questão do sistema de saúde e dos bancos, respeitam um pouquinho mais a história do próprio país e defende minimamente mais Israel.

 No resto, é tudo Sanders, e estarão do lado dele se ele conseguir a nomeação.


3 comentários:

Adilson disse...

Esse cara é uma figura. Todavia, vale nossa preocupação, pois vinte anos atrás era impossível um homem desse disputar a presidência dos EUA. Isso significa que ou houve um avanço significativo da doutrinação ideológica entre os americanos a ponto de bestializá-los; ou simplesmente houve um avanço maciço de investimentos nessa gente por parte das corporações globalistas. Bem, lembro que a Standart Oil, a Ford, a General Eletric, Philips, OSRAM, etc., deram muito dinheiro e tecnologias para os nazistas antes da 2a Guerra Mundial. Isso prova que sempre houve capitalistas poderosos financiando a loucura no mundo e a destruição do Ocidente, especialmente da Religião Cristã.

Voltando...

A Wikipedia informa que ele foi da juventude socialistas movimento ligado ao partido socialista dos EUA, aliás, bem antigo. Embora a Wikipedia oculte informações sérias sobre esse cara, lá informa que o pai dese maluco nasceu em 19 de setembro de 1904 em Słopnice, na Polônia, numa família de judeus, e emigrou para os Estados Unidos em 1921. Também informa que desde jovem já fazia militância como lobo solitário: ela passou várias horas espalhando cartazes sem perceber que os policiais vinham atrás dele retirando-os. KKKK. Ri muito... desligado

Pra mim, todos esses radicais que estão chegando a postos de grandes poderes reflete a decadência moral e cultural do Ocidente: na Igreja, temos papa Francisco: 40 anos atrás esse era impossível que tivessemos um papa dessa qualidade: mas, ele veio se criando no subsolo: a igreja estava debilitada demais para que impedir Bergólio se tornar bispo, e praticamente estava debilitada para impedi-lo chegar ao papado.

Sanders pode se tornar presidente dos EUA? Eu acredito que não, pois Donald Trump está bem posicionado e já deu uma boa despertada no povo dos EUA; na verdade, o povo americano mostrou que despertou ao eleger Trump, e coisa semelhante aconteceu aqui no Brasil, ao elegermos Bolsonaro.

Mas eu não confio.. não confio porque hoje os inimigos da liberdade e do Cristianismo são incontáveis, poderosos e já tomara o Vaticano... claro, na base da mentira. E eu não me espantaria se Sanders fosse eleito.

Ricardo Lima disse...

Sinceramente, tenho pena do povo dos estados unidos: de um lado, o liberalismo (que é pecado); do outro, o marxismo.

Que "bela" escolha eles tem, não é mesmo? :( :(

Pedro Erik disse...

Sim, o liberalismo é uma praga que muitas vezes se abraça com o comunismo contra a Igreja.

Mas Trump não é liberal, ele é nacionalista, coisa que os democratas já foram. E Trump também defende a moral cristã, coisa que os liberais não defendem.

Abraço