segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Precisa Ter Coragem para Protestar contra o Mal.


No Brasil, vivemos dias de gigantescos protestos contra o governo. Parece-me cada dia mais perigoso protestar contra o governo, depois que um sindicalista disse que vai defender o governo "com armas nas mãos". É sempre necessário coragem para se levantar contra governos e injustiças.

E por falar em coragem, li ontem que um grupo resolveu protestar contra o Estado Islâmico nas ruas do Iraque.

Nossa Senhora, isso é uma coragem gigantesca!!

O Estado Islâmico prendeu 70 manifestantes, só Deus sabe o que eles sofrerão.

Não estou comparando os protestos no Brasil, com os protestos no Iraque. Nada se compara à crueldade do Estado Islâmico atualmente. Mas é preciso coragem tanto no Brasil, e ainda muito mais no Iraque, para se lutar contra o mal.

Rezemos por eles e por todos que lutam contra verdadeiras injustiças e desgovernos.

Vejamos texto da Fox News, sobre os protestos no Iraque.

WORLD

ISIS detains dozens in Iraqi town after rare street protest


Islamic State militants moved on Saturday to stamp out dissent in a remote western Iraqi town, detaining at least 70 and tying dozens of residents, including tribal leaders, to streetlight poles as a punishment, security officials said.
The crackdown followed a rare street demonstration on Saturday to protest the extremist group's execution of a local resident, they said. The protest by hundreds of residents in Rutbah, in Anbar province, was triggered by the execution earlier on Saturday of Munir al-Kobeisi, a civil servant, for killing an IS member. The killing was part of a long-running blood feud between two local clans.
Eid Amash, a spokesman for Anbar's provincial government, confirmed al-Kobeisi's execution and the subsequent protest.
Relying on sketchy information from Rutbah, in Iraq's far west near the Jordanian border, the officials said they didn't know the whereabouts of the detained residents. The militants, they said, tied two residents to each light pole and that the town was gripped by fears that the group would carry out mass executions.
Elsewhere in Anbar, much of which is under IS control, a roadside bomb on Saturday hit a border guard convoy making its way to the border crossing of Trebil on the Jordanian border, security officials said.
Five officers were killed in the attack — which bore the hallmarks of the Islamic State group, whose militants are active in the area near the Jordanian and Syrian borders.
The officials also said a pair of roadside bombs killed five people and injured 19 south and west of Baghdad on Saturday. Also in the capital, assailants using pistols fitted with silencers killed two people in the Jihad neighborhood in western Baghdad before they fled in a car.
All officials spoke on condition of anonymity because they were not authorized to speak to the media.

3 comentários:

Anônimo disse...

Olá amigo!
Você sabe nos dizer como o ISIS se sustenta financeiramente? Ele tem apoio popular?
Um abraço,
Gustavo.

Pedro Erik disse...

Caro Gustavo,

O que se diz é que o ISIS, assim como fizeram os nazistas, confiscaram muitos bens, e vendem para adquirir recursos, além de cobrar impostos e de receber financiamento escuso de alguns "jihadistas" do exterior e talvez até de alguns países. Sem falar que ele derrotou parte do exército iraquiano que contava com armamento americano. Assim, eles chegam a usar armas norte-americanas.

Apoio popular, eu não sei dizer, deve-se saber de que povo se está falando. Há muitos muçulmanos no mundo que apoiam o ISIS, outros detestam.

Abraço,
Pedro Erik

Lura do Grilo disse...

É inevitável que tanta violência gere rancores por parte das famílias dos assassinados. Um dia virá ao de cima a vingança.

Lembremos como Ceausescu foi executado sem apelo nem agravo após um sumário julgamento.