quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Vídeo: "Não Tem Mais Macho na Europa"



Jornalista Iben Thronholm diz o que precisa ser dito: homens estão efeminados, com apoio do feminismo. Homens agora se comportam como se fossem mães. Todos com sensibilidade feminina. Cadê os machos alemães em Colônia para proteger as mulheres alemãs sendo atacadas e estupradas por refugiados muçulmanos?

Iben ainda dá a solução: homens se comportarem como homens!!, como costumava ser.

Sensacional. Agradeço o vídeo ao amigo Adilson, comentarista e colaborador do blog.

Iben detona. Parabéns. Ouçam homens, ouçam mulheres.


5 comentários:

Adilson disse...

Bom dia Pedro!

Talvez seja impressão minha ou faça parte do modo de dialogar da entrevistadora, mas no vídeo eu percebi que até ela mesma sofre da influência do intelectualismo esquerdista que consiste em argumentar em cima da própria contradição. Quando a jornalista afirma que os homens europeus não estão respondendo como deveriam, com o uso da força, para defender as mulheres, a entrevistadora argumenta: "... mas se eles agirem assim, isso não poderia levar à guerra?" Putz! Ora, os muçulmanos estão praticamente declarando guerra ao cometer, em massa, crimes horrendos contra as mulheres, crimes estes inclusive praticados na guerra!

Abraço.

Pedro Erik disse...

Bom dia, Adilson.
Não é impressão, a entrevistadora segue o pensamento comum de jornalistas adquirido de professores efeminados esquerdistas e em revistas do tipo Caras.
Iben deveria ter perguntado a ela se conseguiria se defender dos estupradores sozinha, se ela não chamaria a ajuda de um homem.
Abraço,
Pedro

Lura do Grilo disse...

As mulheres também se masculinizaram: bebem cerveja, dizem palavrões, dormem com quem calha, etc.

De facto as mulheres têm agora poucas qualidades que valha a pena defender a soco.

Pedro Erik disse...

Bem lembrado, caríssimo. Mas eu acho que não é bem isso.
As mulheres querem se comportar assumindo os piores defeitos dos homens. Não é que se masculinizaram, é que adotam pecados. Porque o feminismo destruiu o ser mulher, e elas não podem ser homens de verdade, mas podem ter mesmos defeitos.
Abraço
Pedro

Pedro Erik disse...

Bem lembrado, caríssimo. Mas eu acho que não é bem isso.
As mulheres querem se comportar assumindo os piores defeitos dos homens. Não é que se masculinizaram, é que adotam pecados. Porque o feminismo destruiu o ser mulher, e elas não podem ser homens de verdade, mas podem ter mesmos defeitos.
Abraço
Pedro