quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Muçulmano Invade Até Teatro Natalino Infantil


Ontem, eu viajei e no aeroporto havia uma banda dos bombeiros que cantava diversas canções de Natal e recitava versos da Bíblia. Essa cena seria impossível na Europa e Austrália. Regiões que têm muitos muçulmanos e receberam muitos refugiados.




Pensei comigo mesmo: melhor aproveitar enquanto o Brasil não é invadido pelo Islã.

Hoje leio no jornal The Express que um refugiado da Somália invadiu um teatro infantil de Natal na Austrália e recitou versos do Alcorão. O jornal diz que as crianças ficaram petrificadas. Coisa terrível. Eu imagino se fosse meu filho de frente a isso.

Pois é, se a Europa e países cristãos não defenderem sua herança religiosa serão dominados por outra religião. Todo o Oriente Médio já teve maioria cristã. . ,.Muitos santos e doutores da Igreja são dessa região, como falei no meu livro.


2 comentários:

Adilson disse...

Acabo de ver a notícia em site italiano, que o terrorista de Berlim foi morto pela polícia. Creio que os muçulmanos estão sendo superprotegidos não só por políticos, mas também pela mídia local da Alemanha, que ganha pra isso. Mas é asqueroso vermos a imprensa nacional mentindo descaradamente e com as manchetes mais ridículas do mundo. O JN teve a ousadia de abrir o programa com a seguinte manchete: "caminhão mata 9 e fere seis na Alemanha". Imediatamente, o correspondente desmente os âncoras e fala em terrorista. É uma doença!

Pedro Erik disse...

Caminhão? É ridículo mesmo.
É uma doença sim, a do pecado.
Abraço,
Pedro