quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

"Reino de Terror" no Vaticano do Papa Francisco.


Edward Pentin ficou ilustre mundialmente ao expor publicamente as mentiras do cardeal Kasper. Kasper atacou o comportamento e a fé de cardeais africanos. Pentin gravou e relatou isso. Kasper negou. Pentin mostrou o áudio. Aí, Kasper pediu desculpas. O que Pentin fez certamente mudou o resultado do sínodo. Falei aqui no blog sobre isso.

Agora, Pentin, que além de jornalista é católico que conhece e pratica a fé, relata o que acontece no Vaticano sob o domínio do Papa Francisco.

Ele relata um Vaticano sob o "Reino do Terror", com muitos que não aprovam o que faz o Papa se sentindo pressionados a silenciar e guardar suas fichas para próximo conclave. Bom, em todo caso esse silêncio não ajuda à Igreja.

Pentin relata um Papa que tenta estabelecer sua política em todos os setores, a partir de seminários, tentando mudar para sempre a Igreja.

Pentin se diz muito incomodado em informar algo que possa diminuir o ministério petrino, mas tem de reportar a verdade que vê.

Leiam essa excepcional entrevista de Edward Pentin, clicando aqui.


2 comentários:

Isac disse...

E TENDE ACIRRAR-SE...
Creio que as reações contra ao papa Francisco deveriam recrudescer, pois os 4 cardeais poderiam estar preparando para voltarem à carga com mais apoiadores e aumentarem a pressão.
Não deixariam ficar por isso após a negativa de responder a eles; certamente não.

RICARDO LIMA disse...

Sinceramente, eu espero que o Pontificado do Papa Francisco seja breve. Não desejo mal nenhum a ele, longe disto, mas bem que ele poderia tirar umas "férias". E deixe a vaga de Papa para alguém mais bem preparado.