sábado, 15 de junho de 2013

Eutanásia - O Medo de Depender dos Outros

 

Estes dois homens acima resolveram se matar, procuraram um médico que fazia eutanásia. Eles eram doentes terminais? Não, estavam completamente saudáveis. O que tinham, então? Eles eram surdos e estavam ficando cegos, então como viam que ia depender mais das pessoas, eles se desesperaram e decidiram se matar. Seus pais não apoiaram a decisão deles de se matarem, mas eles insistiram.

Esta é uma das histórias contadas pelo Wall Street Journal, em uma excelente reportagem de ontem sobre eutanásia.

Os dois homens acima se chamavam Marc e Eddy. Eles eram belgas e a Bélgica permite eutanásia, assim como a Suiça, a Holanda e Luxemburgo.

A Bélgica agora está em vias de aprovar eutanásia até para crianças que desejem se matar. Como diz o padre Andre-Joseph Leonard na reportagem: "na Bélgica menores não podem comprar ou vender coisas, nem se casar, mas de repente eles parecem maduros para se matar".

Há também o caso de uma senhora que foi diagnosticada como tendo início de Alzheimer. Ela decidiu então que vai fazer eutanásia, assim "que ver que irá perder o controle do que pensa". O marido apoia, discute-se apenas se os netos vão assistir a vó se matar.

Nos Estados Unidos, alguns estados (como Oregon, Washington, Vermont e Montana) permitem o suicídio assistido, que diferencia da eutanásia apenas pelo fato de que é o paciente que aplica a dose letal.

Tem também nos Estados Unidos um grupo  chamado Final Exit Network (Rede Saída Final), que divulga a "exit bag" (bolsa de saída), da foto abaixo:


Você coloca a exit bag na cabeça e joga gás hélio, daí morre.

Qualquer um pode fazer isso, crianças ou adultos.

O que acontece com o mundo hoje que cada vez mais vê a morte com bons olhos? Nós não vivemos mais e de forma mais confortável do que nossos pais, especialmente em países como Estados Unidos, Bélgica ou Suiça?

O que dizem os defensores da eutanásia? Eles sempre falam em: 1) ter controle da vida; 2) morrer com dignidade; 3) Não provocar prejuízo para a sociedade.

A clínica na Suiça que faz eutanásia se chama Dignitas (dignidade).

---

O que acontece com o mundo? Orgulho. As pessoas não aguentam depender das outras, é um fardo enorme para o mundo que idolatra a aparência.

Dignidade virou sinônimo de ótima aparência e riqueza para fazer o que bem entender. A falta de dinheiro ou a simples expectativa de uma aparência ruim levam às pessoas em pensar em si matar.

É também egoísmo. Hoje, não temos tempo para os outros, não queremos ter filhos, por exemplo, porque iria exigir muito da gente, daí o valor que se dá ao aborto.

É o mundo eliminando os carentes pelo modo mais simples, convencendo a eles mesmos que eles não prestam para nada, pois iram depender dos outros.

Devemos aprender a nos dedicar aos outros para vencer o egoísmo. E devemos também aprender a se deixar ajudar para vencer o orgulho.


Nenhum comentário: