quarta-feira, 17 de junho de 2015

Exorcismo de um País Inteiro


Será que o Brasil não precisa também de um exorcismo desse?

O cardeal Juan Sandoval Íñiguez se juntou ao arcebispo Jesús Carlos Cabrero e ao famoso exorcista espanhol José Antonio Fortea e fizeram uma cerimônia de exorcismo à portas fechadas na Catedral de San Luis Potosi em favor do México no dia 20 de maio passado. Isto mesmo, eles fizeram um exorcismo para livrar todo o México da influência demoníaca.

Padre Fortea lembrou o precedente de que São Francisco fez um exorcismo de uma cidade inteira (Arezzo), que estava passando por uma guerra civil.

Quando eu estava no seminário. na semana passada, havia um filósofo mexicano por lá. E eu resolvi perguntá-lo sobre o culto à Santa Muerte (foto acima) no México. Eu tinha lido vários artigos que relatavam da influência maligna deste culto no México, que o próprio Vaticano havia condenado. Ele respondeu que não tinha problema nenhum que o povo era muito católico. Daí eu perguntei sobre o a Guerra Cristero, e ele também respondeu que o povo mexicano não apoiou as decisões contra a Igreja naquela época. Bom, eu achei as respostas dele insatisfatórias. E parece que algumas altas autoridades clericais no México concordam comigo.

Vejam abaixo parte do relato do National Catholic Register sobre o Exorcismo no México, que foi motivado pela enorme onda de violência no país e pelo aumento do número de abortos. Leiam todo o texto clicando no link.


When an Entire Country Becomes Infested With Demons, Catholics Exorcize.

By David Ramos


VATICAN CITY — Can a country with deep Christian roots like Mexico find itself at the mercy of demons? Some in the Church fear so.

And as a result, they called for a nation-wide exorcism of Mexico, carried out quietly last month in the Cathedral of San Luis Potosí.

High levels of violence, as well as drug cartels and abortion in the country, were the motivation behind the special rite of exorcism, known as exorcismo magno (the great exorcism).

Cardinal Juan Sandoval Íñiguez, the archbishop emeritus of Guadalajara, presided at the closed-door ceremony, the first ever in the history of Mexico.

Also participating were Archbishop Jesús Carlos Cabrero of San Luis Potosí, Spanish demonologist and exorcist Father José Antonio Fortea and a smaller group of priests and laypeople.

The event was not made known to the general public beforehand. According to Archbishop Cabrero, the reserved character of the May 20 ceremony was intended to avoid any misguided interpretations of the ritual.

But how can an entire country become infested by demons to the point that it’s necessary to resort to an exorcismo magno?

“To the extent sin increases more and more in a country, to that extent it becomes easier for the demons to tempt [people],” Father Fortea told CNA.

The Spanish exorcist warned that “to the extent there is more witchcraft and Satanism going on in a country, to that extent there will be more extraordinary manifestations of those powers of darkness.”

Father Fortea said that “the exorcism performed in San Luís Potosí is the first ever carried out in Mexico in which the exorcists came from different parts of the country and gathered together to exorcise the powers of darkness, not from a person, but from the whole country.”

“This rite of exorcism, beautiful and liturgical, had never before taken place in any part of the world. Although it had taken place in a private manner, as when St. Francis [exorcised] the Italian city of Arezzo,” he stated.

The Spanish exorcist explained, however, that the celebration of this ritual will not automatically change the difficult situation Mexico is going through in a single day.

“It would be a big mistake to think that by performing a full-scale exorcism of the country everything would automatically change right away.”

Nevertheless, he emphasized, “If with the power we’ve received from Christ we expel the demons from a country, this will certainly have positive repercussions, because we’ll make a great number of the tempters flee, even if this exorcism is partial. We don’t drive out all the evil spirits from a country with just one ceremony. But even though all will not be expelled, those that were removed are not there anymore.”



7 comentários:

Adilson J. da Silva disse...

Novamente boa noite, nobre Pedro.
Particularmente, nunca havia me interessado em saber mais sobre essa cultura de louvor aos mortos. Mas sempre me intrigou o fato dos mexicanos, mesmo com a forte presença do catolicismo, serem tão animados com essa festa pagã. De qualquer forma, creio que se não fosse a grande devoção dos mexicanos por Nossa Senhora, acho que o México já tinha caído há muito tempo. Quanto ao exorcismo, acho mesmo que o Brasil já deveria ter recebido um.

Pedro Erik disse...

Eh verdade Nossa Senhora de Guadalupe eh realmente uma proteção divina.

Viva Cristo Rei! Como dizem os guerreiros cristãos mexicanos.

Abraço
Pedro Erik

Pedro Erik disse...

Eh verdade Nossa Senhora de Guadalupe eh realmente uma proteção divina.

Viva Cristo Rei! Como dizem os guerreiros cristãos mexicanos.

Abraço
Pedro Erik

Flavio disse...

Na América latina, infelizmente, o catolicismo muitas vezes é num verniz de superstições e idolatria, e os frutos são evidentes.
Precisa-se urgente de catequese de verdade, ou o fim dos batismos infantis, porque batismo hoje também é visto como uma simples evento- festa cultural, criando apenas falsos católicos, que no final das contas é igual a mau testemunhos.
Lembra o antigo Israel, que adorava o Criador Javé mas cria nas superstições dos cananeus, e resultado era opressão, pobreza e violência. Será que há comparativo com a América Latina "católica"?

Pedro Erik disse...

Caro Flávio,

Basta saber que o Brasil é o país do espiritismo, que junta inúmeras doutrinas pagãs e até "visões de ET e outros planetas" com o cristianismo. Tem tudo, menos doutrina clara. Frouxidão típica brasileira.

Abraço,
Pedro Erik

flavio disse...

Mas eu fico abismado que uma religião com a sabedoria e profundeza espiritual do catolicismo, com santos como Inácio de antioquia, agostinho, brigida da Suécia, faustina, pio de pietrelcina; sem contar com padres estudando 8 anos, com vários canais católicos de tv, internet, uma blogosfera católica enorme.....ainda não tenha despertado para a evangelização de seu próprio batizado.....parece até um certo relaxamento....
Aí vejo tradicionalistas debatendo virgulas e acentos circunflexos com progressistas querendo casar viado, isto já há 60 anos, e nenhum papa coloca um ponto final mo assunto...e enquanto isso, multidões de católicos são roubados do rebanho pelo demônio, entrando em seitas, misturando o evangelho com superstições e idolatrias, virando secularistas.....
Realmente nós vivemos o pior momento espiritual da história.....temos a faca e o queijo para cumprirmos a profecia de Jesus de levar o evangelho a todos do mundo e termos o privilégio de podermos dizer: Vem Senhor Jesus e seu reino! Mas parece que sacerdotes e líderes da Igreja acham bonito ver batizados ofender Maria chamando de Iemanjá, ficar agarrando corda em cirios de lá das quantas achando que isto é fé, tomando passe em centros espiritas nome de Jesus, se curvando a deuses de barros com origens estranhas e fazendo peregrinações como se Deus e suas hostes celestes não estivessem em toda parte e especialmente no sacrário.....
Tradicionalistas de internet a Igreja tah cheio. Comunidades demo-comunistas de base também. Teólogos distorcendo o evangelho para acobertar seus próprios pecados e se parecer de misericordiosos à luz dos homens, mais ainda.
Dizem que o problema é o tal CV II. Balela. O buraco é mais fundo, bem fundo, onde o cheiro do enxofre é sentido bem forte....
A igreja tah virando um sal sem força, como preveniu Jesus. Temos uma falsa maioria na América latina, os frutos bons são poucos e os líderes hão de prestar contas dos "talentos" dados a eles.
500 anos de "catolicismo" na América? Não! Há 500 anos há católicos aqui sim, mas catolicismo como já tivemos na Europa, talvez o mais próximo que conseguimos foi nas reduções jesuíticas, talvez.
O liberalismo científico levou 300 anos para impor o secularismo na Europa, via universidades, sob o mantra da ciência. Já as sociedades "católicas" latinas da América, em apenas duas gerações, derrocaram. É ridículo ouvir sacerdotes ainda bradarem que somos um país católico, somos de tradição católica.....e casamos gays, fazemos abortos a vontade, campeões no consumo de drogas e em homicídios, nossas mulheres são conhecidas como putas no exterior, e nossa religião é taxada de idolatria pela maioria do mundo!
Que catolicismo deixamos criar? como nossos filhos andarão na reta fé, se faltam exemplos e sobram escândalos?
É um desabafo Pedro.....e vou mudar o canal da TV porque tem um padreco com calça amassa bago e chapéu de caipira dançando musica sertaneja prá uma platéia de mulheres gritando. Opa, na CN tah o herege metido a psicólogo e mas horas vagas padre, dando conselhos filosóficos sobre a problemática gay.....vade retro satanás! Ai ai ai....

Pedro Erik disse...

Você tem toda razão, meu amigo Flavio.
Ótimo comentário.
Tantos santos fantásticos que deram vida a Cristo e ensinaram maravilhas e hoje até papas desprezam Cristo.
O demônio está muito forte e a Igreja tem culpa em fortalece-lo.
Rezemos meu amigo.
Abraço,
Pedro Erik