domingo, 28 de junho de 2015

Notícias do Front: A Guerra entre Cristãos e o Movimento Gay (parte 1)


A Guerra está em todos os flancos, alguns cristãos reagem. Vejamos as últimas.

1) E começa a intolerância. Você achava que a aprovação do casamento gay favoreceria a tolerância? Jornais nos Estados Unidos já dizem que não publicaram nada que seja contra o casamento gay.

2) Hillary Clinton celebra e comemora fortemente a aprovação do casamento gay. Mas em 2002, ela disse que o casamento é entre homem e mulher. O que houve de lá pra cá? Ora, avanço do gayzismo na imprensa.

3) Casa Branca se pinta da bandeira arco-iris dos gays para celebrar a decisão da Suprema Corte.

4) Depois da aprovação do casamento gay, já começa a pressão por poligamia. Como eu costumo dizer aos meus alunos, se o amor é a justificativa para o casamento gay, por que não aprovar a poligamia, a pedofilia, o incesto e a bestialidade?

- Temos também, graças a Deus, reação dos cristãos:

1) Coalizão de pastores negros dos Estados Unidos promete desobediência civil contra a aprovação do casamento gay na Suprema Corte.

2) Governador do Texas promete reagir à decisão da Suprema Corte, Greg Abbot diz que a Suprema Corte não pode agir como orgão legislativo e que Texas não aceita ataques à liberdade religiosa.

3) Candidato a presidente, Ted Cruz, disse que a decisão da Suprema Corte se insere entre a decisões mais negras da história dos Estados Unidos.

(Agradeço as notícias ao site Weasel Zippers)

10 comentários:

Adilson disse...

Bom dia no Dia do Senhor, Pedro.
Por se tratar de uma guerra que não foi forjada por gays, mas de mega militâncias fartamente financiadas por grandes corporações e partidos políticos, acredito que isso foi o primeiro passo para coisas piores contra a lógica das coisas. Fico indignado quando eles bancam os coitadinhos. Mas fico feliz pelas comunidades de pastores negros se levantarem e defenderem as famílias cristãs e a Liberdade de expressão. Quero ver se os progressistas vão chamá-los de intolerantes. E o papa Francisco já se pronunciou? Creio que essa aprovação, tal como a do aborto na década de 70, foi baseada no falseamento de dados e na pressão de megacorporações globalistas, partidos progressistas e da imprensa esquerdista. Como vc deve saber, muitas fundações privadas já financiavam pesquisas fraudulentas ligados a sexualidade. Como as pesquisas do sociopata Kinsey, cujo instituto continua recebendo milhões. Agora, uma coisa eu não tenho dúvida: a cristandade, bem como milhares de crianças, nos EUA, sofrerão mais do que tem sofrido até hoje. Essa aprovação foi apenas o primeiro passo. Logo eles vão querer casamento cerimonial dentro das paróquias e templos protestantes. Basta ver a depravação que eles praticam em San Francisco e os sacrilégios terríveis aqui no Brasil, para ver que eles não vão parar. Júlio Severo certa vez publicou um artigo falando sobre isso, intitulado “A guerra do ativismo dos homossexuais contra o cristianismo”, onde explica, citando fontes, que já havia uma estratégia nesse sentido.
É triste falar isso, mas a única força que os para é o Islã. E eis uma tragédia: políticos como Barack Obama apoia radicalmente essa loucura, mas igualmente sente-se impulsionado a justifica as monstruosidades do ISIS citando as Cruzadas. O PT, o PSOL e o PCdoB, igualmente se levantam em e financiam com milhares verbas públicas, projetos das militâncias gays, mas igualmente minimizam as monstruosidades dos muçulmanos. Só tenho a dizer: rezemos, rezemos, rezemos, mas nos mantemos sempre vigilantes!

Abraços

Anônimo disse...

Comungo com o Adilson, nossas crianças vão sofrer e muito. As futuras gerações estão ameaçadas.
Que Deus tenha piedade de nós.

Viva Cristo Rei !!!


Emanoel

Lura do Grilo disse...

É difícil de acreditar. Coloquei no meu blog uma pequeno escrito de Chesterton que já previa estas heresias! Quase 100 anos antes.

Pedro Erik disse...

Mande o link, caríssimo lura do Grilo.
Abraço
Pedro Erik

Anônimo disse...

Pessoal,

Interessante artigo de uma canandesse sobre o assunto:

http://www.thepublicdiscourse.com/2015/04/14899/

Nesse outro link está a tradução por um blog brasileiro.

http://brasildogmadafe.blogspot.com.br/2015/06/um-alerta-de-canada-proteger-familia.html

Realmente Chesterton já previu esse ataque a moralidade como uma heresia.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós.

Emanoel

Anônimo disse...

Acho que o texto que fala seria esse:

"A próxima grande heresia consistirá simplesmente numa ataque á moralidade; e especialmente à moralidade sexual. E ela está vindo, não somente de uns poucos socialistas sobreviventes da sociedade fabiana, mas da energia viva e exultante dos ricos, decididos a aproveitar a vida sem Papa ou puritanismo ou socilismo para contê-los...As raízes da nova heresia, sabe Deus, são tão profundas quanto a própria natureza, cuja flor é a luxúria da carne e a luxúria dos olhos e o orgulho da vida. Eu digo que o homem que não pode ver isso não pode ver os sinais dos tempos; não é sequer capaz de ver os luminosos na rua que são como que os novos sinais do paraíso. A loucura de amanhã não está em Moscou, mas muito mais em Manhattan..."(G. K. Chesterton)
Emanoel

Kauê disse...

Prezado Erik,o link que mencionas referente a poligamia deveria ser este:

http://www.weaselzippers.us/227556-you-knew-this-was-coming-politico-its-time-to-legalize-polygamy/

Repetiste,por engano, o da Casa Branca pintada com as cores do arco-íris.

Pedro Erik disse...

Muito obrigado, Kaue. Ótimo.
Vou corrigir.
Abraço
Pedro Erik

Anônimo disse...

Amigo, bom dia!
Você acha que o candidato Ted tem alguma chance de vitória nas próximas eleições? Infelizmente, depois do plebiscito irlandês, a impressão que tenho é de que a maioria do povo esteja mesmo de acordo com esses pseudo-direitos. Dessa forma, um candidato conservador teria alguma chance?
Um abraço,
Gustavo.

Pedro Erik disse...

Caríssimo Gustavo,

Chance eu diria que tem, mas há candidatos mais fortes que ele para derrotar Hillary Clinton, como Marco Rubio (católico) e Jeb Bush (acho que se converteu ao catolicismo também, mas não tenho certeza). Ted Cruz não é católico, até onde eu sei.

Meu candidato continua sendo Rick Santorum (católico).

Abraço,
Pedro Erik