quarta-feira, 5 de outubro de 2016

O Que Che Guevara Pensava Sobre Cristo?


Matthew Archbold , no jornal National Catholic Register, explicou o que Che Guevara pensava sobre Jesus Cristo e os cristãos.

Guevara é tão amado pela mídia, pela moda, pelos esquerdistas de toda estirpe. Será que ele é um defensor do que Cristo defendia.

Archbold mostra quatro pontos:

1) Che Guevara era conhecido como o "açougueiro de Havana" pelas suas matanças e torturas. Ele matou cristãos pelo simples fato de serem cristãos.

2) Che Guevara disse: "Se o próprio Cristo aparecesse na minha frente, eu, como Nietzsche, não hesitaria em mata-lo como um verme".

3) Che Guevara disse: "Eu não sou Cristo ou filantropo, eu sou o contrário de Cristo..
Eu luto com armas e tento matar e não ser crucificado".

4) Che Guevara escreveu péssima poesia em homenagem a assassinatos e matanças e disse que um revolucionário deve ser uma máquina de matar, motivado pelo ódio.




Um comentário:

Vic disse...

Interessante que quando o papa Francisco foi a Lampedusa havia um "refugiado" que estampava na camisa bem frontalmente o focinho do carniceiro Che Guevara!
Os relinchos desse traste eram sempre os mesmos dos comunistas: espumando de odio aos católicos em particular, aos opositores e assassinatos para eles são "limpeza"!

"Francisco: rezar ao Deus da paz independente da religião" é o título do abaixo e os genocidas das esquerdas são justamente os patrocinadores das desde a Rev Francesa e matanças dos sécs XX, com os comunonazifascistas, e no XXI se seguem, com Putin e Obama!
"Que o Senhor nos dê a paz de coração, que nos retire todo desejo de avidez, cobiça e luxúria. Não! Paz, Paz! Que nosso coração seja um coração de homem e de mulher. Que não haja mais divisões entre as religiões: todos, todos, todos! Porque todos somos filhos de Deus. E Deus é um Deus da Paz. Não existe um deus da guerra: o que faz a guerra é maligno, é o diabo, que quer matar a todos.
br.radiovaticana.va Homilia Santa Marta, 20/09/2016).