domingo, 3 de maio de 2020

Os "Cinco Olhos" Confirmam: China é Culpada pela Disseminação e Mortes do Covid-19


Os "Five Eyes" ("Cinco Olhos") é uma aliança das agências de inteligências de países anglófonos (Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia).

Relato dos Five Eyes concluiu que a China escondeu ou destruiu intencionalmente evidências da pandemia de coronavírus.

O documento de 15 páginas das agências de inteligência dos EUA, Canadá, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia foi obtido pelo jornal Saturday Telegraph da Austrália.

O dossiê, que provavelmente aumentará ainda mais a pressão sobre o governo chinês para explicar suas ações e declarações precoces, aponta para a negação inicial do governo de que o vírus pudesse  ser transmitido entre humanos, para o silenciamento de médicos, para a destruição de evidências e para a recusa em fornecer amostras a cientistas que trabalham com uma vacina.

O dossiê dos “Cinco Olhos” conclui que a China começou a censurar as notícias do vírus nos mecanismos de busca e nas mídias sociais a partir de 31 de dezembro, excluindo termos como “variação da SARS”, “mercado de frutos do mar de Wuhan” e “pneumonia desconhecida de Wuhan”.

Três dias depois, em 3 de janeiro, a Comissão Nacional de Saúde da China ordenou que amostras de vírus fossem transferidas para instalações de teste designadas ou destruídas, ao mesmo tempo em que emitiam uma "ordem de não publicação" relacionada à doença.

Em 5 de janeiro, por exemplo, a Comissão Municipal de Saúde de Wuhan parou de lançar atualizações diárias sobre o número de novos casos e não os retomaria por 13 dias.

Em 12 de janeiro, o laboratório de um professor de Xangai foi fechado após compartilhar dados sobre a seqüência genética do vírus com o mundo exterior. Em 24 de janeiro, as autoridades chinesas impediram o Instituto de Virologia de Wuhan de compartilhar amostras de vírus com um laboratório da Universidade do Texas.

O dossiê também conclui que as autoridades chinesas negaram que o vírus pudesse se espalhar entre humanos até 20 de janeiro "apesar das evidências de transmissão humano-humano a partir do início de dezembro".


O arquivo é igualmente crítico sobre a Organização Mundial da Saúde (OMS), afirmando que esta seguiu o que dizia a China, apesar do fato de que "as autoridades de Taiwan levantaram preocupações desde 31 de dezembro, assim como especialistas em Hong Kong. em 4 de janeiro.”

O dossiê afirma que, ao longo de fevereiro "Pequim [pressionou] os EUA, Itália, Índia, Austrália, vizinhos do sudeste asiático [sic] e outros a não se protegerem por meio de restrições de viagem, mesmo que a China imponha severamente restrições em casa ".

O documento ainda afirma que: "Milhões de pessoas [deixaram] Wuhan após o surto e antes de Pequim trancar a cidade em 23 de janeiro".

Embora a inteligência dos EUA não confirme a existência do documento de 15 páginas, um alto funcionário disse à Fox que os relatórios do documento estão alinhados com a inteligência dos EUA de que a China conhecia a disseminação entre humanos mais cedo do que disse, que sabia que era um novo coronavírus antes.  e que este se espalhou mais amplamente do que relataram à comunidade internacional nas primeiras semanas do surto.

Uma fonte de inteligência sênior disse à Fox News no sábado que a maioria, entre 70 e 75%, das 17 agências de inteligência dos EUA acredita que a pandemia veio de um laboratório, mas as demais agências ainda não podem concordar, pois não há ainda uma pista determinante.

A fonte disse que as agências chegaram a duas origens em potencial para o acidente - transmissão animal-humano, ou um erro no laboratório, a maioria acredita na última opção.

A fonte de inteligência disse que:"Todo mundo está furioso com os chineses".

Li sobre isso ontem na Fox News

Bem, o modelo social, econômico e político chinês é basicamente fundamentado na falsificação, não se poderia esperar algo diferente.


7 comentários:

Anônimo disse...

Nessa "análise de discurso" é difícil saber quem está falando a verdade.
Para ampliar o debate (não que eu esteja isentando a China):

https://www.bbc.com/portuguese/geral-52506223

Me pareceu uma matéria confiável.

Grande abraço, amigo.

Gustavo.

Pedro Erik disse...

Obrigado, amigo.

Mas os Cinco Olhos não negam que o vírus possa ser natural. Não é este o foco da crítica. E a reportagem que você enviou traz ainda mais críticas à China.

Abraço,
Pedro Erik

Simpato Yamasaki disse...

Grande postagem Pedro Erik, gosto muito do seu Blog, mas gostaria de avisar que no final do texto onde diz: "Li sobre isso ontem na Fox News.", ocorreu um erro no link da matéria do site da Fox News; aparece na barra de endereços: "about:blank#blocked", poderia CORRIGIR por favor?
Parabéns pelo Blog!

Anônimo disse...

Grande postagem Pedro Erik, gosto muito do seu Blog, mas gostaria de avisar que no final do texto onde diz: "Li sobre isso ontem na Fox News.", ocorreu um erro no link da matéria do site da Fox News; aparece na barra de endereços: "about:blank#blocked", poderia CORRIGIR por favor?
Parabéns pelo Blog!

Pedro Erik disse...

Obrigado, amigo.
Espero que tenha resolvido. A Fox News tem uma lógica diferente para acessar seus sites.

Se não conseguir procure no google pelo seguinte texto:

Leaked ‘Five Eyes’ dossier on alleged Chinese coronavirus coverup consistent with US findings, officials say

Abraço,
Pedro Erik

Pedro Erik disse...

Obrigado, amigo.
Espero que tenha resolvido. A Fox News tem uma lógica diferente para acessar seus sites.

Se não conseguir procure no google pelo seguinte texto:

Leaked ‘Five Eyes’ dossier on alleged Chinese coronavirus coverup consistent with US findings, officials say

Abraço,
Pedro Erik

Isac disse...

Os comunistas são demonios antropomorfizados; precisa mais?