quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Lou Xiaoying: Lixo e 30 filhos.

-

A foto acima é de uma criança chinesa que ao nascer teve sua garganta cortada e depois foi jogada no lixo. Por milagre, alguém apareceu antes dela falecer e por milagre, o corte da garganta não foi, por milímetros, suficiente para matá-la. 

Crianças jogadas nos lixos e nas estradas são outros efeitos da política de filho único da China. E são também uma especialidade de Lou Xiaoying, como revelou o jornal Daily Mail na segunda-feira passada.

Lou agora tem 88 anos e está sofrendo de insuficiência renal. Ela encontrou e criou mais de 30 bebês chineses abandonados nas ruas de Jinhua, na província oriental de Zhejiang, onde ela conseguiu ganhar a vida com reciclagem de lixo.

Ela e seu falecido marido Li Zin, que morreu há 17 anos, mantiveram quatro filhos e passaram os outros para amigos para começar uma nova vida.




Seu filho mais jovem Zhang Qilin - agora com apenas sete - foi encontrado em uma lixeira por Lou quando ela tinha 82 anos.

"Mesmo que eu já estivesse velha eu não poderia simplesmente ignorar o bebê e deixá-lo morrer no lixo. Ele parecia tão doce e tão carente. Eu tive que levá-lo para casa comigo ", disse ela.

Ele lembra que a coisa toda começou quando ela encontrou o primeiro bebê, uma menina em 1972, quando eu estava recolhendo lixo. Ela estava deitada entre o lixo na rua, abandonada.

"Vê-la crescer e se tornar mais forte nos deu tanta felicidade e eu percebi que tinha um amor verdadeiro para cuidar de crianças. Eu percebi que tinha força suficiente para recolher o lixo como não poderíamos reciclar algo tão importante como as vidas humanas ", explicou.

"Essas crianças precisam de amor e cuidado. Elas são todas preciosas vidas humanas. Eu não entendo como as pessoas podem deixar um bebê tão vulnerável ​​nas ruas."



A política de filho único da China foi introduzida em 1978, como uma tentativa de controle populacional. Oficialmente, restringe casados, casais urbanos a ter apenas um filho e aqueles que quebram as regras têm de pagar uma multa ou taxa. Aqueles que seguem as regras recebem um certificado e podem se beneficiar financeiramente, como receber o salário de um mês adicional de cada ano até que a criança faz 14 anos. É extremamente raro encontrar uma família que tem dois filhos.

É o dinheiro e a lei contra a vida. O dinheiro e a lei muitas vezes vencem.

O governo chinês afirma que a política impediu provavelmente mais de 400 milhões de nascimentos. Em 2010 foi relatado que para cada 120 meninos nascidos 100 meninas. Obviamente a China impõe o aborto. O descarte de crianças no lixo é apenas mais um tipo de assassinato de crianças, como o aborto.


Deus abençoou Lou e seus mais de 30 filhos.

Lixo e crianças não combinam. Como bem sabe quem olha o lixo como Lou.


(Agradeço o texto do Daily Mail ao site New Advent)

2 comentários:

FireHead disse...

Vou ter de falar disso no meu blogue. De facto existem sempre pessoas boas neste mundo independentemente de serem católicas ou não, e tenho a certeza absoluta que Deus salvará todos os que merecem ser salvos.

Abraço.

Pedro Erik disse...

É isso mesmo, Firehead.

Abraço,
Pedro Erik