domingo, 22 de dezembro de 2013

Visões do Menino Jesus.


Muitos santos tiveram visões do Menino Jesus e até o seguraram em seus braços. O site Mystics of the Church contou algumas destas visões. Achei uma fantástica ideia para este Natal compartilhar com vocês o que mostrou o site Mystics of the Church.

St Rose of Lima (1586-1617, Mystic, Stigmatic, & Layperson)
From a very tender age, St Rose of Lima believed that everything was possible for those who have faith in God. Even as she was just learning to walk her mother and father noted her great interest and devotion to holy cards, statues, crucifixes etc.  By age 5, Rose wanted to learn how to read and write, but there was nobody who was free to help her. Her mother Maria had tried to do so, but soon grew tired and gave up. So the child decided to pray to the Child Jesus, saying to her mom:  “Since no one has time to teach me things, I am going to ask Jesus to do it. He can do anything can’t He?”
Thus in her childlike simplicity and candor, Rose began to recite the following prayer: “Oh Jesus, help me to know and to love You, and teach me to read and write.”
One day, Rose announced to her mother that she knew how to read and write. She told her mother that it was the Child Jesus who had taught her. Her mother was in disbelief but nevertheless Rose proved to her mother that she knew how to read by reading from a book about St. Catherine of Siena.  Just as Rose had said it was the Little Child Jesus who worked a wonderful miracle by teaching Rose Himself how to read and write, proving that with faith in God, everything is possible. 
But the Child Jesus was to work many more miracles through Rose. As Rose grew older so did her love for Jesus and also her neighbor. She had great compassion towards those who were sick.  She knew that by showing compassion to the sick, she was showing compassion to God.  Eventually, a room in her house was set aside for her to care for the poor and sick in her area. It became known as  “The Infirmary” and the entire community knew that they could count on Rose’s charity, as she did not refuse to help anyone, no matter how sickening or contagious their disease might be.  In time, a number of people began reporting that they had been cured at “The Infirmary” , claiming that it was after Rose’s  little statue of the Child Jesus had touched them. Rose herself called the little statue, “The Little Doctor.”
- See more at: http://www.mysticsofthechurch.com/2013/12/visions-of-child-jesus-in-lives-of.html#sthash.EIaY4ftc.dpuf
Santo Antonio de Pádua (1195-1231)

Santo Antonio, no final de sua vida, costumava ir ao castelo do conde Tiso para rezar, pois lá havia uma capela e quartos para frades. Um dia o Conde Tiso viu uma luz entrando no quarto de Santo Antonio e viu o Santo segurando uma pequena criança. Quando Santo Antonio abriu a porta do quarto, viu o conde ajoelhado na porta. Santo Antonio pediu a ele que só contasse o que presenciou após a morte dele.

São Nicolas de Tolentino (1245-1305)

São Nicolas costumava rezar e praticar jejuns a um ponto que preocupou seus superiores. Durante o forte jejum, São Nicolas teve a visão de que Maria e o Menino Jesus encorajaram-no a comer um pedaço de pão com o sinal da cruz molhado em água. Depois virou costume entre os frades de sua ordem em abençoar e distribuir o "pão de São Nicolas", como ele fazia.

Santa Agnes Montepulciano (1268-1317)

Teve uma visão que segurava o Menino Jesus, que lhe apareceu com um pequeno crucifixo de ouro. Quando saiu do êxtase, Santa Agnes estava segurando o crucifixo dado pelo Menino Jesus.

Santa Catarina de Bolonha (1413-1463)

Santa Catarina teve várias visões durante a vida, em uma delas, Nossa Senhora dar o Menino Jesus para ela segurar.

Beata Osanna de Mantua (1449-1505).

Quando era bem criança, Osanna teve a visão do Menino Jesus carregando uma cruz.

Santa Teresa D'Avila (1515-1582)

Santa Teresa D'Avila é doutora da Igreja, teve várias visões durante sua vida, a mairoria do sofrimento de Jesus adulto. Mas um dia ela viu uma linda criança descer a escada do convento que perguntou para ela: "quem é você?" Ela respondeu: Sou Teresa de Jesus. E ela perguntou: "e você quem é?" A criança respondeu: "Sou Jesus de Teresa" e desapareceu.

Santa Rosa de Lima (1586-1617).

Santa Rosa, quando era bem criança, queria aprender a ler e escrever, mas nem seu pai, nem sua mãe, tinham tempo, ela, então, começou a rezar para que Jesus ensinasse ela, dizendo: "Jesus, ajude-me a Te conhecer e a Te Amar. Ensina-me a ler e escrever". Um dia, ela disse para sua mãe que sabia ler e escrever, pois o Menino Jesus, tinha lhe ensinado. Sua mãe não acreditou, mas ela provou isto ao ler um livro de Santa Catarina de Siena. 

Mas o Menino Jesus iria fazer muitos mais milagres através de Rosa. Como Rosa cresceu, cresceu também seu amor por Jesus e pelo próximo. Ela tinha grande simpatia para com os doentes. Ela sabia que quem mostra compaixão para com os doentes, está mostrando compaixão para com Deus. Eventualmente, uma sala foi reservada para ela em sua casa para cuidar dos pobres e doentes em sua área. Tornou-se conhecido como "A Enfermaria" . Na época, muitas pessoas começaram a contar que haviam sido curadas depois que uma pequena estátua de Menino Jesus tocou nelas. Rosa chamava a estátua de "O Pequeno Médico ".

Depois, Santa Rosa, depois teve a visão, durante a Missa de Ramos, que o Menino Jesus chamava Santa Rosa para sua esposa.

Venerável Margaret Parigot (1619-1648)

Margaret Parigot recebeu a incumbência pelo Menino Jesus de honrar a infância de Jesus.

São Gerardo Majela (1726-1755)

Quando estava orando em frente à imagem de Nossa Senhora, o Menino Jesus tomou vida e deu um pedaço de pão com fragrância divina para São Gerardo.

Beata Anne Catherine Emmerich (1774-1824)

Teve a visão de que o Menino Jesus lhe oferecia duas coroas, uma de rosas e outra de espinhos, ela escolheu a de espinhos.

Santa Gemma Galgani (1878-1903)

Ela é conhecida como a "Filha da Paixão" pela profunda imitação da Paixão de Cristo, também recebeu estigmatas. Certa vez teve a visão do Menino Jesus.

Marie Rose Ferron (1902-1936)

Rose Ferron, conhecida como "Pequena Rosa", nasceu no Canadá, mas viveu sua breve vida nos Estados Unidos. Ela passou dos 14 aos 33 anos acamada em um hospital. Ela teve uma visão ainda criança do Menino Jesus carregando uma cruz e pedindo a ela que ela O ajudasse a carregar a cruz. Ela recebeu várias estigmatas, incluindo as marcas da coroa de espinhos. Teve várias visões durante a vida. Abaixo, foto dela em êxtase.


Santa Faustina Kowalska (1905-1938)

Teve visões em que Nossa Senhora entrega o Menino Jesus para ela, e Cristo menino conversava com ela. Santa Faustina também teve visões da Família Sagrada em Belém.

--

Feliz Natal.

ICXC NIKA.

Só devo voltar a escrever no Blog depois do dia 29 de dezembro.


(Agradeço a indicação do Mystics of the Church ao site Big Pulpit)

4 comentários:

FireHead disse...

O Santo António na verdade não era de Pádua, mas sim de Lisboa. Os italianos é que o "italianizaram", pois ele é bem português. :)

Abraço e um excelente 2014!

Pedro Erik disse...

Claro, Firehead

Mas não tem jeito é assim que ele ficou conhecido.
Aconteceu com muitos santos isso, como Madre Teresa de Caculta.
Feliz Ano Novo, meu amigo
Que Deus continue lhe iluminando.
Abraço
Pedro Erik

FireHead disse...

Pois, ele na verdade nem sequer se chamava António. Para nós ele será sempre um dos nossos. :)

Feliz Ano Novo!

Pedro Erik disse...

Sempre será de Lisboa e de todos nós, católicos.
Feliz Ano Novo, amigo.
Abraço
Pedro Erik