terça-feira, 16 de setembro de 2014

Vídeo: 7 Mentiras sobre Homeschool


Eu apoio homeschool, as escolas de hoje estão péssimas, com ensino errado, sem defender a moral, desvalorizam a família e o ensino é dominado pela ideologia da esquerda.

Mas para se ter homeschool, os pais têm de se dedicar e também terem aprendido fora das escolas.

Por exemplo, outro dia eu recebi uma propaganda da melhor escola católica da minha cidade. A propaganda não tinha nenhuma imagem cristã. Vinha com uma foto de Gandhi e uma imagem que simbolizava a Revolução Francesa. Gandhi foi um advogado importante, mas na história dele há ações que não condizem a um cristão, e o pacifismo que ele representa para todos é mal entendido, ele apoiou várias guerras britânicas. A Revolução Francesa matou centenas de padres e freiras, resultou na guilhotina e na ditadura. E de certa forma é a revolução-mãe das revoluções comunistas.

Em suma, como em qualquer escola, os pais (como professores) têm de aprender para ensinar.

Infelizmente, para minha família, nem eu, nem minha esposa temos condições econômicas de ficar em casa ensinando nossos filhos. Mas eu acompanho ao máximo o que é ensinado para eles.

Abaixo vai um vídeo interessante que sacaneia com quem critica homeschool. Revela as 7 mentiras mais comuns que se falam sobre homeschool.

Vou traduzir os principais argumentos do vídeo abaixo, em azul:






1) As pessoas pensam que quem faz homeschool não sabe nada sobre a cultura pop, como sobre Lady Gaga. 

Pense bem, não seria o paraíso não saber nada sobre Lady Gaga? 

Mas não, quem faz homeschool (infelizmente) sabe quem é Lady Gaga e assisti aos filmes "da moda".

2) As pessoas pensam que quem faz homeschool vai à Igreja sete dias na semana.

Pesquisas mostram que quem faz homeschool geralmente frequenta mais às igrejas, mas não não quer dizer que frequentem todos os dias. Ou mesmo que frequentem.

3) As pessoas pensam que quem faz escola em casa, não faz uma "escola de verdade". Que as crianças e adolescentes ficam brincando durante o período de aulas. 

Isso seria a mesma coisa que dizer que suas roupas são sujas porque você não frequenta lavanderias das ruas.

4) Dizem que quem faz escola em casa não tem amigos. As pessoas pensam que quem faz homeschool vive como se morasse em uma fazenda isolada ou no deserto, 

Mas as pesquisas mostram que quem faz homeschool tem a mesma quantidade de amigos que qualquer um tem.

5) As pessoas pensam que quem faz homeschool são extremamente tímidos. 

Mas quem faz homeschool faz muitos amigos e há também tímidos nas escolas. Além disso, qual é o problema em ser tímido?

6) As pessoas pensam que quem faz homeschool não tem vida. 

Mas espera aí, você passa oito horas por dia usando um  uniforme em um período específico e quem faz homeschool é que está perdendo tempo e não conhecendo a vida? Quem faz homeschool pode alternar seu período de aula assim enquanto todos estão nas escolas, ele pode estar "conhecendo a vida lá fora".

7) As pessoas pensam que quem faz homeschool faz aulas usando pijamas. Bom, sim, pode ser, mas e daí?


(Agradeço o vídeo ao site Big Pulpit)

4 comentários:

Eduardo Araújo disse...

Caro Pedro, a verdade é que a "turminha" esquerdista, do "politicamente correto" e antirreligiosa tem pavor ao homeschool.

Afinal, se a maioria das crianças fossem educadas em casa, quem eles iriam doutrinar, manipular e deformar?

Não tenho a menor dúvida de que esse é o verdadeiro motivo da resistência - absurda - a um sistema de ensino, ao qual nenhum pai seria obrigado a aderir, só os que quisessem. E é o mesmo pessoalzinho hipócrita que tanto fala de livre escolha, desde que seja para matar seres humanos indefesos ainda não nascidos.

Pedro Erik disse...

Concordo plenamente com você, caro Eduardo.

É como Cristo nos ensinou: Mundo odeia Cristo. Homeschool tem uma fortíssima vertente cristã, o esquerdismo odeia.

Abraço,
Pedro Erik

silence et solitude disse...

Lembrei de Bernard Shaw relacionando a alfabetização compulsória à imprensa marrom... Objeções ao homeschooling são sempre toscas: quem quer que já tenha frequentado uma universidade sabe que se aprende muito mais sozinho, com a adequada motivação, do que com multidões de professores. Professor, na melhor das hipóteses, é bônus pra quem tem vontade de aprender. Então, por que não aprender com quem nos motiva melhor?

Pedro Erik disse...

É isso, grande silence et solitude.

Na minha longa vida de estudante, eu me lembro de pouquíssimos bons professores (uns cinco no máximo), dentro de uma manada de péssimos e medíocres professores.

Você tem toda razão.

Abraço,
Pedro Erik