sábado, 13 de maio de 2017

Qual a Influência do Pai na Religião do Filho?


A Sociedade Chesterton do Brasil publicou ontem um artigo meu sobre a influência do pai na religião do filho. Eu usei o caso do pai do puro de coração Gilbert Keith Chesterton, brilhante escritor inglês.

Além de falar de paternidade, do pai de Chesterton e das religiões de Chesterton, eu acabei falando do espiritismo brasileiro e de modelo de educação.

Leiam no site da Sociedade.

Espero que gostem.

Obrigado ao meu amigo Diego.

Viva Nossa Senhora de Fátima.


4 comentários:

flavio disse...

Li o texto do site, muito legal. Parabéns.

Adilson disse...

Magnífico, meu professor Pedro! Fantástico. Quão bom seria que houvesse uma enxurrada de textos assim nos jornais de grande circulação e nas principais revistas católicas do Brasil. Certamente muitos lares seriam abençoados.

Pedro Erik disse...

Muito obrigado, meu amigo.

Quem sabe daqui a um tempo, eu escrevo mais um.

Grande abraço,
Pedro

Isac disse...

Assim como os pais que se deixam doutrinar pela midia, novelas da vida, revolucionarios sacerdotes e mais relativistas, seus filhos serão futuros candidatos a reféns das ideologias, por terem sido apenas geradores de vida material.
Ao inverso, um pai conscio de sua fé, prática e de retransmissão aos filhos, jamais eles serão manipulados e escravizados pelas ideologias que grassam atualmente - serão prevenidos de suas ciladas!