terça-feira, 30 de outubro de 2018

800 Muçulmanos Influentes se Reunirão para Provar que o Islã é Religião da Paz. Spencer Desafia.

O "Forum para Promover a Paz nas Sociedades Muçulmanas" vai realizar um encontro com 800 "renomados especialistas muçulmanos" em dezembro para provar que o Islã é uma religião da paz e que tem virtudes em comum com os cristãos e os judeus.

O especialista em história do Islã, talvez o maior especialista do mundo, Robert Spencer, desafiou o líder do Fórum a provar para ele que o Islã é religião da paz. Spencer publicou recentemente o livro "The History of Jihad".

Spencer passou seu email e ofereceu dinheiro para o Fórum caso alguém prove que existe um erro histórico no livro dele.

No meu livro, Teoria e Tradição da Guerra Justa, eu tratei muito de Islã, e tendo a concordar com o Spencer: jamais houve período de domínio islâmico no qual houve paz religiosa e que a jihad nunca foi denunciada dentro do Islã.

Além disso, o Corão não ajuda em nada, a não ser que se considere apenas os capítulos da época de Maomé em Meca, em que não tinha poder militar ou político (últimos capítulos e menor parte do Corão. O Corão não é cronológico, nem contextual). Há vários versos de guerra contra infiéis, a mensagem é totalitária e não existe a ideia de "ame o seu inimigo".

O site do fórum diz que as sociedades muçulmanas estão sendo invadidas pro radicais sectários que pregam a violência, nas palavras deles: "In addition to facing these challenges, the Muslim world is being infiltrated by radical and sectarian ideas that counteract efforts to consolidate Islamic identity by emphasizing differences and promoting separation; this is contrary to any nation’s interests and detrimental to its future. The result is less trust, threats to security, and rifts in Islamic society. Consequently these issues detract from what Muslims globally should uphold such as values of love, coexistence and peace."

A ver se o Fórum vai aceitar o desafio de Spencer. Duvido. Eles não darão palco a um critico tão feroz e vão precisar de um cara muito bom para contra-argumentar contra Spencer. Ele costuma vencer seus debates.

A linguagem do site do fórum parece mais política do que teológica. Não sei se estão preparados para um debate histórico/teológico.

O mundo todo pede que os próprios muçulmanos condenem os atos terroristas islâmicos, talvez o Fórum queira fazer isso. Mas será que condenarão o Corão e a vida de Maomé?




2 comentários:

Anônimo disse...

Certamente não irão condenar nem o Corão nem o Maomé, mas quem sabe fazem igual o Concílio Vaticano II e começam a destruir o islã por dentro...

Abraço, amigo.

Gustavo.

Pedro Erik disse...

Pois é, meu amigo. Mas destruir um erro só com acerto. E o acerto no caso seria aceitar o cristianismo, quando o próprio Vaticano parece negar.

Abraço