quarta-feira, 3 de junho de 2020

Reino Unido Oferece Passporte a Cidadãos de Hong Kong. China Ameaça Retaliar



Hong Kong foi colônia britânica de 1841 até 1997, quando o controle do território voltou para os chineses, sob determinadas condições,  como manter aspectos democráticos. 

Agora, a ditadura chinesa avança para maior controle de Hong Kong,  proibindo manifestações,  perseguindo defensores da democracia, por meio de nova lei de segurança. 

Boris Johnson,  primeiro ministro britânico,  reagiu anunciando que está disposto a receber até 3 milhões de cidadãos de Hong Kong ameaçados pela nova lei chinesa, liberando cidadania para alguns e permanência de 1 ano para outros. E pediu que Estados Unidos,  Austrália,  Canadá e Nova Zelândia também aceitem refugiados de lá. 

China não gostou. 

China respondeu que o Reino Unido sofrerá as consequências de sua "mentalidade de Guerra Fria".

Bem, não acho que a proposta de Johnson seja a melhor para resolver a questão.

Acho que ele deve entender que está lidando com uma ditadura sanguinária. Não se dá tapas de pelica nisso e se sai vitorioso. 





2 comentários:

Horácio Ramalho disse...

Saudações. Caro Professor, após ler neste blog artigos relacionados à China comunista, percebi um certo padrão que o senhor sempre ressalta: a incapacidade dos ocidentais de compreender e mesmo aceitar que a China continental é uma "ditadura sanguinária". Parecem não entender que as medidas punitivas "democraticamente aceitáveis", não mudarão o comportamento dos comunistas de Pequim. Não percebem que transferiram o poder do qual a China agora desfruta, de modo que as vantagens obtidas lhes permitem retaliar as ações que o Ocidente realiza. E com isso, basta os chineses ameaçarem fechar seu mercado para aqueles que acusam de interferência, que logo os ocidentais abandonam a causa, seja dos cristãos, dos tibetanos, do povo de Hong Kong. Os demais países do mundo devem se organizar para dar à China uma resposta dolorosa o suficiente para derrubar o PCC. E devem fazer isso sabendo que não se entra e sai de um ringue sem tomar ao menos um soco, porquanto que devem ter resiliência e resistência contra tal inimigo.

Pedro Erik disse...

Sim, meu amigo, os países estão presos na visão exclusivamente econômica. Eles viraram materialistas, foram dominados pelo comunismo neste aspecto. A China domina atraindo investimentos ocidentais que exploram a mão de obra barata dos chineses e assim o país usa dinheiro para dominar mercados e países, como a agricultura brasileira.

Mentalidade econômica que domina o mundo. Estupidez.

Abraço,
Pedro Erik