terça-feira, 9 de junho de 2020

Vídeo - Estados Unidos Enlouquecendo


Vídeo de Tucker Carlson acima mostra:

- Cidadãos americanos ameaçando queimar vivos outros americanos em plena tv aberta e ninguém acha aquilo estranho;

- Ricaços como Mitt Romney marchando com negros dizendo que a América é racista, enquanto investem milhões e milhões para promover empregos no exterior;
 
- Movimento negro dizendo que o movimento existe para acabar com a polícia;

- Políticos proeminentes do partido Demnocrata defendem o fim do financiamento público da polícia;

- Policiais e políticos em atitude de completa submissão ao movimento negro, com alguns se ajoelhando e outros se deitando para se humilhar diante do movimento;

- Políticos que dizem que quem deseja segurança para sua casa e família é um racista;

- Monumentos de heróis nacionais, mesmo o de Abraham Lincoln que lutou contra a escravidão, sendo acusados de assassino e de racista;

- Professores de faculdade querendo promover a formação de gangues e pedindo a morte do presidente do país;

- Facebook e outras mídias sociais apoiando a violência do movimento negro, enquanto excluem da mídia aqueles que prometem defendem suas casas e seus negócios.

Tudo isso com apoio do partido Democrata dos Estados Unidos.

Mas Tucker lembra que os Republicanos, partido de Trump, silencia, não se levanta contra esses absurdos.

Em suma, Estados Unidos enlouquecendo. Terror.

É a estratégia mencionada pelo arcebispo Viganó. Estratégia diabólica alimentada pelos Democratas com o silêncio dos Republicanos: Solve et coagula (destruir para substituir todo o poder).





3 comentários:

Adilson disse...

Santo Deus!

Diante de fatos assim, sempre costumo pensar o seguinte: nada está no presente que já não estivesse no passado, tipo encubado.

Dr Pedro, tenho as seguintes dúvidas:

Toda essa loucura não seria justamente o aprofundamento da mentalidade liberal que foi incorporando todo tipo de bizarrice intelectóide?

Bom, pergunto isso porque, como sabemos, desde a ascensão do iluminismo e do liberalismo, o que mais se produziu foi mentiras e distorções contra o trabalho social da Igreja na formação dos homens. Por exemplo: Voltaire (entre outros) escrevia terríveis ataques contra o Catolicismo, e até fomentava o ódio disseminando mentiras históricas. Resultado: veio a revolução de 1789. Aliás, muitos liberais foram escravagistas e até hoje se ensina nas escolas que a Igreja apoiava a escravidão, quando na verdade Ela a combateu. Bem, a Princesa Isabel que o diga, como também muitos escritores brasileiros que eram católicos e escreveram contra a escravidão eram católicos.

Enfim, onde quero chegar: a escravidão realmente aconteceu nos EUA e a coisa foi realmente foi feia por lá. Claro, que havia um consenso de que nos transcorrer do tempo isso acabaria. Bom, papa Pio IX não gostou muito do papel de Lincoln, e até reconheceu a importância de Jefferson Davis.

Voltando: Claro, muitos americanos eruditos combateram a escravidão nos EUA. E aqui entra minha segunda pergunta:

Toda essa estupidez por parte de brancos e o caos espalhados por negros que agora acontece nos EUA, não são justamente frutos da mentalidade liberal que praticamente DESTRUIU a presença Cristã (católica ou protestante) da formação dos cidadãos, uma vez que só exageram no cuidado com a economia, como se esta fosse capaz de resolver cumprir um papel que só o Cristianismo era capaz?

Favor, corrija-me se estiver errado.

Pedro Erik disse...

Sim, meu amigo. Essa destruição foi alimentada por séculos, com alguns pensadores tendo especial importância, como Ockham, Lutero, Diderot, Voltaire, Marx, Freud, Kant, Comte, Nietzsche, Escola de Frankfurt.

Todos de uma forma grosseira inimigos da Igreja. E eles venceram ao afastar a Igreja das escolas.

O ódio a Igreja foi o grande alimento tanto da Reforma Protestante como da Revolução Francesa. Esses dois fatos são pai e mãe do momento que vivemos.

Terror.

Abraço,
Pedro

Anônimo disse...

Sr. Pedro. Aqui está uma live do Casando o Verbo falando sobre o livro "Falsa Aurora: A iniciativa das Religiões Unidas"
https://youtu.be/jSFLNJ--d7s