sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A Face Está Suja e as Roupas Rasgadas, mas é Bela...E o Brasil Mata




video

Último dia do ano, muitos sites, muitas redes de tv em todo mundo fazem retrospectiva e também escolhem o melhor de cada coisa durante 2010. Aqui, vamos mostrar uma retrospectiva de uma das instituições mais importantes do mundo, a Igreja Católica. O ano foi extremamente difícil, mas acho que a instituição, pela graça divina, tem o melhor papa que os problemas requerem.

O site Rome Reports escolheu as mais importantes notícias do Vaticano em 2010 (vídeo acima).

São elas:

10o Lugar -  O estabelecimento do Conselho Pontifício para a Nova Evangelização, que procurará especialmente lidar com a queda no número de cristãos na Europa e na América do Norte. O papa também convocou um sínodo sobre o tema em 2012.

9o Lugar - O Papa formou uma comissão para investigar as aparições da Virgem Maria em Medjugorje na Bósnia. O trabalho é feito de forma estritamente secreta e seus resultados serão levados apenas para a Congregação da Doutrina da Fé.

8o Lugar -  A indicação do Cardeal Velasio De Paolis pelo Papa para trazer ordem para a Congregação dos Legionários de Cristo depois dos escândalos do fundador da Congregação, padre Marcial Maciel, que teve uma vida pecaminosa. Teve três filhos e casos de pedofilia. O Papa já o chamou de "falso profeta", mas tenta recuperar a ordem, usando fé, esperança, e amor para com os membros. Quem não pensaria em destruir toda a Congregação vendo todos os defeitos do padre Maciel?

7o Lugar - A exposição do Santo Sudário em Turim, que reuniu milhões de pessoas. Eu sou uma delas, graças a Deus.

6o Lugar - A nomeação de novos 24 cardeais. Agora são 121 que têm poder de voto para escolher um novo papa.

5o Lugar -  Sínodo dos Bispos do Oriente Médio, para tentar conter o êxodo de cristãos da Terra Santa.

4o Lugar - Entrevista ao Papa finalizada na publicação do livro "Luz do Mundo" e a publicação do livro "Verbum Domini" sobre teologia. Eu ainda colocaria nessa posição a publicação do primeiro livro do Papa sobre Jesus (serão três).

3o Lugar - O fechamento do Ano dos Padres. O papa reuniu 15 mil padres e celebrou a maior missa da história na praça de São Pedro. Na oportunidade, ele pediu perdão a Deus e às vítimas dos abusos sexuais. Ele disse que a Igreja fará tudo para que fatos, como pedofilia, nunca mais se repitam.

2o Lugar - Depois do estabelecimento de duas investigações na Irlanda contra dúzias de padres acusados de pedofilia, o Papa ordenou que os casos sejam enfrentados com coragem e honestidade para que eles não se repitam. Também enviou uma carta para todos os católicos da Irlanda, na qual ele pessoalmente pede perdão às vítimas e disse que não se deve silenciar para proteger a Igreja.

1o Lugar - Viagem ao Reino Unido. Realmente foi um sucesso estrondoso, pela força que o Papa trouxe contra algumas leis que estavam sendo discutidas no parlamento inglês (o vídeo do Rome Reports esquece de mencionar isso), pela beatificação de John Newman (um importante teólogo anglicano que se converteu ao catolicismo), pelo impacto da fé e amor que ele mostrou aos governantes ingleses, e pela relação com a Igreja Anglicana, na qual o Papa abriu as portas do catolicismo para aqueles anglicanos que não estão satisfeitos com as últimas mudanças feitas nesta Igreja. Além da posição aberta e franca em relação aos abusos sexuais feitos por padres.

No final do ano, em uma reunião com a Cúria, o Papa fez uma avaliação do ano também.

E disse que a Igreja Católica, para ele, lembrava uma imagem da Santa Hildergard de Bigen do século 12, que era teóloga e mística. Hildergard teve uma visão em 1170 de uma mulher bela, mas que tinha as faces sujas com poeira, as roupas rasgadas, a capa tinha perdido o brilho e os sapatos estavam enegrecidos. Ela, assim como o Papa, identificou essa mulher como a Igreja Católica. Ele disse que as sujeiras da Igreja eram provenientes dos grandes pecados cometidos pelos padres.

Ele disse, diante desses problemas, que a Igreja deve "aceitar a humilhação como uma exortação da verdade e um chamado para renovação. Apenas a verdade salva".

Ao final o Papa, lembrou, no entanto, que os abusos sexuais no mundo não se restringem aos membros da Igreja Católica. É um problema universal que deve ser enfrentado. Ele disse: "Nós estamos cientes da gravidade particular dos pecados cometidos pelos padres e de nossa responsabilidade. Mas, nós também não podemos ficar calados com o contexto em que esses problemas ocorreram. Há um mercado de pornografia infantil que parece que a sociedade considera cada vez mais normal".

Para fechar, e sendo muito importante não apenas para o catolicismo, mas para a segurança pública e a política internacional, cabe ainda dizer que em 2010, 23 Missionários Católicos foram mortos no mundo, sendo 5 por motivos religiosos e 18 por roubo ou vingança. O pior é que o Brasil se destaca neste triste número. É o país com maior número de assassinatos (5), sendo 1 por motivo religioso, que foi o do padre Rubens de Almeida Gonçalves que se recusou a alugar salão paroquial da Igreja de Campos Belos, Goiás.

2 comentários:

Francisco disse...

Não vim comentar a postagem mas sim desejar um Feliz 2011,em todos os sentidos de sua vida.

Pedro Erik disse...

Muito obrigado, meu amigo Francisco.

Muita paz, amor e felicidade para você e sua família em 2011.

Grande abraço,
Pedro Erik