domingo, 16 de setembro de 2012

O Cálice e a Lata de Pepsi

-

Padre Joseph Hirsch fala de coisas profundas usando uma lata de pepsi e um cálice. Excelente na sua simplicidade. Muito bom para ser usado por pais para seus filhos. Vou traduzir o vídeo aqui.



Oi, meu nome é padre Hirsch, diretor de vocações da Diocese de La Crosse, em Wisconsin (Estados Unidos).

Quando nós falamos de vocação, há um ponto inicial extremamente importante, este ponto inicial é como nós vemos nós mesmos. Aqui vai um exemplo que eu tenho usado nas salas de aula durante muitos anos. É a minha analogia ou imagem favorita.

Começamos com um cálice e uma pepsi, caminho pela sala de aula e digo, o que você pensaria se eu pegasse esta pepsi e derramasse no cálice. Toda vez que fazemos o gesto de derramar a pepsi, as pessoas dizem: "Não, você não pode fazer isso".

E eu pergunto: Por que não?

Eles respondem: porque o cálice é sagrado?

E eu digo: e a Pepsi? Tem um gosto muito bom para mim. As coisas comuns são boas, mas o cálice é sagrado. O que faz o cálice sagrado? Ele foi abençoado e mantém o sangue de Cristo. Continuamos a discussão na sala, e eu digo que o que aprendi com os alunos é que devemos tratar as coisas sagradas de forma sagrada e as coisas ordinárias, comuns, de forma ordinária. E nunca trate algo sagrado de forma comum.

Eles respondem: certo, é isso.

Ok, com isso, pergunto: o que é mais sagrado, este cálice ou você?

Aluno ainda em estágios iniciais respondem: o cálice.

Pergunto: por que o cálice é mais sagrado?

Respondem: porque ele foi abençoado

Digo: vocês foram abençoados?

- Sim, fomos.

- Quando foi isso?

- No batismo

Pergunto: este cálice pode ir para o céu?

- Não.

- Não importa quão bom seja o cálice?

- Não.

- E vocês têm alguma possibilidade de ir para o céu?

- Sim, nós temos chance de ir.

- Então, quem é mais sagrado você ou o cálice?

- Eu.

- Mas o cálice mantém o sangue de Cristo? O que você mantém? Quando você recebe a comunhão, você também recebe o corpo e o sangue de Cristo. Nós somos mais sagrados que o cálice.

Então, eu dou mais exemplos.

Se vocês mentem para seus pais, como vocês os tratam? Como uma lata de Pepsi. 
Se alguém está ferido e você ignora-o? Pepsi

E se eu ajudasse uma pessoa, cuidasse dela? Cálice.

Há muitos outros exemplos na nossa vida.

Por exemplo, um rapaz vê uma garota como uma lata de Pepsi. Outro rapaz vê a garota como cálice. Qual delas você quer que sua filha namore? Todos respondem que é com o cara que a vê como cálice. Porque a maneira que vemos a pessoa afeta a maneira que a tratamos. Se você a ver como uma lata de Pepsi, você a trata como Pepsi, e se você a ver como um cálice, assim você a trata.

Uma mulher se aproximou de mim, certa vez, depois que falei disso, e disse: "padre, hoje eu entendi muita coisa, eu tenho sido ativa sexualmente desde muito nova, eu fiz tudo, eu me sinto tão mal, eu sempre culpei os caras, eles estavam apenas me usando, eu tinha raiva deles. Mas padre, hoje eu entendi, não apenas os caras me vêem como uma lata de Pepsi, mas eu também me vejo como uma lata de Pepsi. Se eu tivesse me visto como uma coisa sagrada, eu não tinho feito aquelas coisas."

Pense nisso, se eu visse a me mesmo como templo do espírito santo, isto certamente afetaria o que eu faria na sexta à noite. Afetaria sua atitude com relação às bebidas, drogas, sexo, afetaria a maneira que você fala.

Eu adoro esta passagem em 1 Coríntios 6, 19-20: "Não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que está em vós e vos foi dado por Deus? Vós já não pertenceis a vós mesmos. Alguém pagou alto preço pela vossa salvação. Portanto, glorificai a Deus no vosso corpo."

Isto é muito importante para as vocações, porque ninguém escolherá bem sua vocacão se não ver a si mesmo como sagrado.

O ponto inicial é dizer: Meu Senhor, meu Deus, Você me criou, eu sou Seu filho.

Ele nos criou à sua imagem e isso nos faz reconhecer que nós somos sagrados. E como sagrados, nós perguntamos a Deus: 'O que o Senhor quer de mim?"

O Senhor tem muitos tesouros a nos oferecer, quando escolher nossa verdadeira vocação.


(Agradeço ao site New Advent pelo vídeo o padre Joseph Hirsch)

2 comentários:

avmss disse...

Muito boa essa analogia. Obrigado pela tradução!

Pedro Erik disse...

Muito obrigado, avmss.
Ótimo saber que meu trabalho no blog foi bom para você.

Grande abraço,
Pedro Erik