terça-feira, 12 de maio de 2015

Al Gore e Raul Castro: "Se a Igreja fizer o que eu quero, eu me torno católico"


Na semana passada, o papa da Mudança Climática, Al Gore, disse que se "tornará católico caso o Papa Francisco diga o que ele quer sobre Aquecimento Global". Francisco está preparando uma encíclica sobre meio ambiente.

Nesta semana, foi a vez do ditador Raul de Castro de Cuba. Ele disse que "se o Papa continuar no caminho que ele deseja, ele me tornarei católico".

Pois é, Cristo nos ensinou a ir busca a ovelha desgarrada, a ir em busca do pecador. Mas Ele não nos disse para seguir o caminho do pecador, não nos disse para compartilhar dos valores dos pecadores. Ele nos disse para converter o pecador.

E o que disseram Al Gore e Raul Castro têm mais cara de chantagem do que de conversão.


4 comentários:

Anônimo disse...

Olá amigo!
Seriam esses o grandes sinais profetizados por Cristo em Mt 24,24? Dada a glória de nosso Papa frente ao mundo, tenho cá minhas dúvidas.

A Paz do Senhor.

Gustavo.

Pedro Erik disse...

Não sei meu amigo.
Eu vejo tantos sinais quando olho para N Sa de Fátima também.
Rezemos pela conversão do mundo.
Abraço
Pedro Erik

Lura do Grilo disse...

Correcto: pensei precisamente o mesmo!

Anônimo disse...

Os srs. acima já são católicos, falta apenas se dizerem oficialmente; afinal, a TL está de portas abertas, com apoio da banda vermelha da CNBB e serão seguidores do Papa Boff I!
Fácil, né seu Raúl/Al Gore!
Henoc