quinta-feira, 28 de maio de 2015

Atenção Padre José Anchieta, Padre Antonio Vieira e Nossa Senhora de Guadalupe.


Vejam esta imagem acima. É a retirada da estátua do padre jesuíta Pierre-Jean de Smet. Porque esquerdistas imbecis reclamaram que ele representa a "dominação branca", pois o padre foi uma grande missionário entre os índios, catequizando-os e pacificando os Estados Unidos. Ele viajou 180 mil milhas fazendo isso e era conhecido como "Amigo do Touro Sentado", pois sua amizade com o líder indígena contribuiu para acordo de paz entre índios e o governo dos Estados Unidos

A  estátua fica na universidade católica de Saint Louis. A universidade vai esconder a estátua em um museu.



Realmente, a ideia de uma Igreja Católica forte em defesa de Cristo e na propagação do cristianismo parece que está indo para um museu.

Daqui a pouco, o Brasil e a própria CNBB compram essa ideia estúpida de destruir imagens de homens santos que catequizaram a América.

Tentando apagar da memória que o maior clérigo brasileiro sem dúvida nenhuma é o Padre Antonio Vieira, conhecido justamente por catequizar e proteger os índios e por seus Sermões. Ele também era jesuíta. Outro conhecido clérigo brasileiro  é o padre José de Anchieta. Também jesuíta e também catequizador dos índios.

Sem falar que Nossa Senhora de Guadalupe, a padroeira da América Latina, fez justamente isso: catequizou os índios.

Mas hoje em dia, um número imenso dos padres latino-americanos, é contra  catequização dos índios. Defendem deixá-los na floresta com suas crenças pagãs.

Eles acham que os índios são mais felizes se não conhecer Cristo, nema civilização humana, com seus hospitais, remédios, escolas, e oportunidades de trabalho.

Rezemos por De Smet, Vieira, Anchieta e Nossa Senhora de Guadalupe.


(Agradeço a informação ao site Weasel Zippers)

5 comentários:

Anônimo disse...

Uma Universidade "Católica"???? Será mesmo???

Deus tenha piedade de nossa geração.

Emanoel

Anônimo disse...

Olá!
Que bela estátua! Uma pena que o espírito missionário da nossa Igreja já esteja no museu a pelo menos 50 anos...
Pequena correção: o padre José de Anchieta já foi canonizado, por decisão do Papa Francisco.
Falando sobre ele, recordei-me de quando ouvi falar dele a primeira vez: foi no livro infanto-juvenil "As aventuras de Tibicuera". Se tiver tempo, dê uma lida no penúltimo parágrafo do capítulo 14 e os capítulos 16-18. É uma linda narrativa, duma época que os escritores brasileiros valorizavam a cultura católica.
Segue o link.
http://pt.slideshare.net/Museuericoverissimo/erico-verssimo-as-aventuras-de-tibicuera-pdf-rev
Abraço,
Gustavo.

Pedro Erik disse...

Muito obrigado, Gustavo pela correção.
Grande abraço
Pedro Erik

Pedro Erik disse...

Amem, caríssimo Emanoel.

FireHead disse...

Já não falta muito para esses indignados revoltarem-se contra o S. João Diego, o vidente da Virgem de Guadalupe, que era um índio e foi pagão até aos 40 anos de idade. Aliás, ele até foi o primeiro índio a ser canonizado.