sexta-feira, 16 de setembro de 2011

As Ameaças da Turquia a Israel

-

O primeiro-ministro da Turquia, Recep Endorgan (foto), disse ontem que Israel não pode fazer o que quer no Mediterrâneo oriental e que os navios de guerra turcos têm direito de estarem lá neste momento.  Foram as mais recentes palavras de ameaça de Endorgan contra Israel, que matou 9 turcos que estavam a bordo de um navio supostamente de ajuda aos palestinos da Faixa de Gaza que invadiu as águas territoriais de Israel sem autorização no ano passado. Israel disse que não pedirá desculpas pelo incidente.

As tensões aumentam entre os dois países, com a Turquia prometendo proteger outros navios que queiram quebrar o bloqueio ao Hamas na faixa de Gaza. Erdogan está fazendo um tour por países árabes (Tunísia, Egito e Líbia) e está sendo recebido com entusiasmo com o discurso anti-Israel.



Ao mesmo tempo, foi anunciado ontem que Turquia e Estados Unidos irão chefiar um novo orgão global contra o terrorismo que será lançado na ONU. Quer dizer, um país pró-Hamas e outro (supostamente, Obama é meio vacilante) pró-Israel irão chefiar um organismo contra o terror. O novo órgão chamado Global Counterterrorism Forum (GCTF) foi criado em maio passado, durante uma reunião do G8 em Deauville na França, como o objetivo de encontrar consenso na luta contra o terror.

Mas dos 30 membros fundadores do Global Conuterterrorism Forum (GCTF), 11 fazem parte da Organização de Cooperação Islâmica (OIC), que costuma reafirmar que ataques violentos motivados pela ocupação de território não são atos terroristas. Em suma, pode-se até defender que se um terrorista atacar os Estados Unidos porque parte do exércio americano está na Arábia Saudita (que era o que dizia bin Laden) isto não seria ato de terror.  Israel não é membro do GCTF. O Brasil também não faz parte, da América do Sul, apenas a Colômbia.

Além dos Estados Unidos e da Turquia fazem parte do GCTF os membros da OIC: Argélia, Egito, Indonésia, Jordânia, Marrocos, Nigéria, Paquistão, Catar, Arábia Saudita e Emirados Árabes.  E Reino Unido, Dinamarca, França, Alemanha, Itália, Holanda, Espanha, Suiça, União Européia, Canadá, Austrália, China, Índia, Colômbia, Japão, Nova Zelândia, Russia e África do Sul.

Bom, em resumo, o GCTF é apenas mais um foro para combater o terrorismo fadado ao fracasso. Mas a crescente reislamização da Turquia e discurso agressivo de Erdogan contra Israel deveriam preocupar muito o mundo.


(Agradeço o achado do discurso de Erdogan ao site Weasel Zippers)

2 comentários:

Apoena disse...

Olá Sr. Pedro. É o Apoena do CST. Veja este video, acredito que será do seu interesse. http://padrepauloricardo.org/audio/38-parresia-o-que-realmente-mudou-depois-do-11-de-setembro/ . E anote meu e-mail. apo_nave@hotmail.com .

Abraços.

Pedro Erik disse...

Obrigado, Apoena.

Cheguei agora de viagem, na próxima semana nos vemos.

Anotei seu email.

Abraço,
Pedro