sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

O Garoto que Salvou o Garoto Hitler da Morte

-

Era janeiro de 1894, um menino caiu nas águas geladas do River Inn em Passau na Alemanha. Ele iria morrer, mas outro garoto pulou na água e o salvou. O menimo que esteve próximo da morte era Adolf Hitler (ele tinha 4 anos na época) e o garoto que o salvou era Johann Kuehberger, que depois virou padre católico. Foto acima do padre e do garoto Hitler, que já fazia pose arrogante.

O assunto foi divulgado hoje pelo jornal inglês Daily Mail, porque foi achado um jornal que confirma o salvamento na época (Donauzeitung-Danube newspaper).O jornal Danube Newspaper era comunista em 1894 e chamou o garoto Kuehberger de "camarada determinado". O Daily Mail chama o salvamento de o "ato misericórdia mais devastador da história". O site Creative Minority Report, brincando, diz que agora alguns dirão que o catolicismo deu Hitler ao mundo.

Uma amiga de infância de Hitler, Anna Elisabeth Rosnu, tinha escrito um livro no qual falava do incidente e do salvamento. E disse que Hitler não sabia nadar.

O jornal Daily Mail conclui dizendo (traduzo em azul):

"Being rescued by a boy who went on to represent a religion he despised would not have sat well with the myth he had built around himself of beign called by destiny to save Germany"

(Ser resgatado por um garoto que representava uma religião que ele desprezava não teria combinado bem com o mito que Hitler tinha construído de que ele tinha sido chamado pelo destino para salvar a Alemanha)

Na verdade, está não é a única história de que Htiler passou por situações de quase morte e foi salvo por alguma ocorrência ou alguém. Mas vale bem o registro.


(Agradeço a indicação do assunto ao blog Creative Minority Report)

4 comentários:

Anônimo disse...

Pedro,
Relacionado ao texto, será que mesmo o "lado escuro" não é imprescindível para o equilíbrio?
È vero que o descobridor da penicilina(Fleming?)era filho de um "guarda caça" que salvou Churchil por duas vezes: de ser afogado, daí ganhou estudo e descobriu a Penicilina que salvou Sir Winston pela segunda vez da pneumonia.
Quem são os anjos? quem salva quem prá quê?
Juro que não sei.
abs
Elvio

Pedro Erik disse...

Caro Elvio,

Não Ying e Yang, não precisamos das trevas. Acontece que não devemos desprezar a força delas.

O padre fez um grande bem, salvou uma vida. Hitler fez um grande mal, porque ele quis e porque a Alemanha permitiu.

Quanto a Churchill, isto só mostra que o bem pode vir de todos os lados.

Abraço,
Pedro Erik

Anônimo disse...

Bingo!!!
Éeee, difícil contrapor, mas será só branco x preto (figurativo claro)?
E os matizes de cinza que entremeiam os polos?
Tenho dificuldade com absolutos.
"O que ocorre quando uma força irresistível atinge um obstáculo intransponível?" Um dos absolutos não o era!
Sério, sou seu leitor contumaz e continuo, se continuo, me agrada independentemente de eventuais concordâncias ou discordâncias, que ao fim e a cabo, respeito é bom e nós gostamos.
Será que o Obama esteve em Marte Teletranportado???
Grato pela atenção, we´ll be around!
abs
Elvio

Pedro Erik disse...

Muito obrigado, grande Elvio.

Não precisamos e nem devemos concordar em tudo. Caso conntrário, como eu vou aprender, não é?

Ontem eu vi em um programa americano alguém falar sobre Obama em Marte. Não sei de onde saiu essa.

Sobre matizes, eu acredito nelas, mas acredito mais em Jesus Cristo, senhor absoluto e verdade pura.

Abraço,
Pedro Erik