sexta-feira, 2 de maio de 2014

Padre Peter Carota: "João Paulo II e João XXIII não são exemplos de perfeição"


Padre Peter Carota, tem um blog chamado Traditional Catholic Priest,  pelo o que ele conta, ele conheceu de perto vários papas, desde o Papa Paulo VI.

Ele escreveu um texto, que muita gente, seja padres ou leigos, concorda. Ele mostra por que ele acha que São João Paulo II e São João XXIII não podem ser considerados exemplos de perfeição.

Muitas das coisas que ele cita, eu já falei aqui, como a ideia moderna pós Vaticano II de ecumenismo e o fato de João Paulo II ter beijado o Alcorão.

Vou traduzir parte do texto dele (em azul), leiam todo o texto clicando aqui.

Com medo e trepidação eu falo destes dois papas. Lembro-me vagamente da morte do Papa Pio XII. Lembro-me também o amor que as pessoas tinham por John Kennedy e João Paulo. Quando eu era jovem, fomos e visitar a terra natal do Papa João XXIII.

Não lembro de nada da morte do Papa João XXIII. Em 1965 eu conheci o Papa Paulo VI , quando minha família teve uma audiência privada com ele. Lembro-me da morte do Papa Paulo VI e da eleição e morte do Papa João Paulo I. (Será que Roma vai canonizá-lo também? ) E, claro, da eleição do Papa João Paulo II.

Fui a duas Jornadas Mundiais da Juventude: Paris (1997) e Roma (2000). Eu tive um grande amor pelo Papa João Paulo II e fiquei triste quando ele morreu em 2004.

Eu sei que ele se levantou contra a ordenação de mulheres ao sacerdócio, aborto, controle de natalidade, sexo homossexual e divórcio....Papa João Paulo II teve uma enorme tarefa de lutar contra toda a extrema progressividade na Igreja.

Mas os maiores problemas que tenho com o Papa João XXIII e João Paulo são as mudanças nos ensinamentos católicos em documentos do Vaticano II sobre a colegialidade, o ecumenismo e liberdade religiosa que o Papa João XXIII permitiu e o Papa João Paulo implementou e praticou. 

O outro problema é a quantidade de abuso sexual que aconteceu durante o pontificado do Papa João Paulo II. O mais óbvio é o do Padre Marcial Maciel ( Legião de Cristo ).

Além disso, temos o terrível encontro em Assis, onde curandeiros pagãos e outros líderes religiosos pagãos faziam as suas coisas  juntamente com a oração pela paz. É muito claro na Bíblia Sagrada que todos os deuses dos pagãos são demônios. "Porque todos os deuses dos gentios são demônios, mas o Senhor fez os céus." E eu ouvi que eles fizeram esses sacrifícios pagãos em altares católicos. Eu vi uma imagem de um Buda ser adorado em cima de um tabernáculo. 

Sou totalmente a favor da paz, mas não desta forma. É óbvio que não deu certo, ainda há tanta luta e guerra no mundo, mesmo depois de o Papa Bento XVI rezar junto com os pagãos novamente. Nesta ocasião, os pagãos ofereceram a sua adoração aos demônios nos quartos católicas de retiro onde eles estavam hospedados. 

Além disso, o Papa João Paulo beijou o Alcorão.

Então, por tudo isso, eu não acho que nós deveríamos ter esses dois papas como exemplos de perfeição. Nós, católicos tradicionais precisamos continuar a falar a verdade, não importa o quanto somos julgados, desprezados e perseguidos por isso. Devemos sempre fazê-lo na caridade e clareza. Eu amo os papas Pio V e Pio X.

---

Bom, a perfeição não pode ser encontrada em seres humanos. Apenas em Cristo. Mas também é óbvio que alguns santos pecaram mais do que outros. Padre Peter Carota lembra, que além de saudarmos o que São João Paulo II e São João XXIII trouxeram de bom para a Igreja, devemos também reconhecer os erros (por vezes graves) destes dois novos santos da Igreja.


(Agradeço o texto ao site Big Pulpit)

2 comentários:

Anônimo disse...

Prezado amigo,
Obrigado pelo texto. E tem mais: a canonização de Paulo VI já está a caminho...

Um abraço,

Gustavo.

Pedro Erik disse...

Caro Gustavo. pelo menos podemos celebrar que Pio V e Pio X já são santos. Do meu lado, entre os papas, continuo pedindo por Leão XIII.

Abraço,
Pedro Erik