sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Três Vídeos: Aprenda a Linguagem do Esquerdismo


O sensacional escritor e roteirista de cinema, além de comediante, Andrew Klavan, do site Truth Revolt, explica a linguagem da esquerda. Vale para os esquerdistas de qualquer país, mas o contexto é os Estados Unidos, onde a rede de televisão Fox News e Rush Limbaugh (comentarista político) são vistos pela esquerda como demônios (mesmo sendo a esquerda ateia). Poderia ser a TV Globo (ou a Revista Veja) e o jornalista Merval Pereira (ou Augusto Nunes) para o caso do Brasil.

Aqui vão três vídeos de Klavan explicando a linguagem da esquerda. Pena que não tenho tempo para traduzí-los.

A primeira característica do esquerdismo, especialmente quando discutem casamento gay e mudança climática, é dizer que o debate acabou, não tem jeito, cristãos e cientistas deveriam silenciar. E a esquerda quer punir quem discorda dela. O pior é que o próprio Papa Francisco caiu na lógica esquerdista, até quando o assunto é mudança climática.




E se você discorda da esquerda, você é racista ou fanático religioso. A esquerda não debate, ela condena o adversário.




O que os bonzinhos da esquerda, socialistas ou "progressistas, querem é mais poder. E quando falam em "diplomacia inteligente" (smart diplomacy) deixam um rastro de morte e destruição.






2 comentários:

Henoc disse...

Esquerdistas não sabem discutir ideias pois são anarquistas, revolucionários e têm as mentes desajustadas - psicopatas - sendo truculentos e impostores; veja que bela definição do que é esquerdismo, o politicamente correto, por Dom Gaume:
"Eu sou o ódio contra toda ordem religiosa e social não estabelecida pelo homem e da qual ele não é rei e deus ao mesmo tempo; eu sou a proclamação dos direitos do homem contra os direitos de Deus; eu sou a filosofia da revolta, a política da revolta, a religião da revolta; eu sou a negação armada; eu sou a fundação do Estado religioso e social baseado na vontade do homem no lugar da vontade de Deus! Em uma palavra, eu sou a anarquia; pois eu sou Deus destronado e o homem em seu lugar. Eis porque eu me chamo Revolução, ou seja, a desordem, pois eu coloco em cima aquele que, segundo as leis eternas, deve estar embaixo, e embaixo aquele que deve estar em cima”.
Não tá na cara que comunismo é satanismo dos brabos e aderente quem o apoia?

Pedro Erik disse...

Sensacional, Henoc.
Eu me lembrei da serpente do Paraíso. Afinal foi isso que ele prometeu aos homens : se igualarem a Deus.
Abraço
Pedro Erik