sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Quem criou o Estado Islâmico?


A Câmara dos Comuns, câmara baixa do parlamento britânico, fez um relatório sobre a intervenção militar desastrosa do Reino Unido (junto com a França) na Líbia em 2011 e detonou o primeiro-ministro da época, David Cameron.

Ao ponto de dizer que ele com essa intervenção é responsável pelo surgimento do Estado Islâmico.

Eu detesto David Cameron, o primeiro post desse meu blog, inclusive, foi feito quando eu morava no Reino Unido na eleição de Cameron.

A intervenção militar foi desastrosa mesmo, por conta da visão tacanha e historicamente estúpida de que basta derrotar o ditador do país Islâmico que os muçulmanos irão fazer uma democracia do tipo ocidental.

Mas acho que se foi longe demais ao dizer que um líder ocidental pode criar um grupo terrorista islâmico. Isso faz parte da história do Islã. O relatório também mostra uma visão errada do Islã.


3 comentários:

Anônimo disse...

Meu amigo,
Realmente foi muita estupidez acreditar que tirando o ditador a democracia iria florescer.
Li em algum lugar que um líbio disse a repórteres: antes tínhamos 1 Kadafi; hoje temos 50.
Muito triste tudo isso que está acontecendo no Oriente Médio e norte da África. Ver o país sendo dilacerado por guerra civil é terrível.
E essa estupidez toda começou com a invasão do Iraque. O banho de sangue agora é na Síria, causado por Rússia e EUA que armam grupos rivais. Para falar a verdade, creio que o Assad tenha que sair, mas não antes de pacificar o país. O que o sr. acha?
Abraço,
Gustavo.

Pedro Erik disse...

Concordo com você, Gustavo.
Obama comete o mesmo erro de Cameron na Síria, quer tirar Assad alimentando o terror.

Abraço,
Pedro

Vic disse...

Terrorismo, Islã, comunismo e nazifascismo são sinõnimos e todos esses se resumem apenas numa única palavra: ALTA MAÇONARIA(SATANISMO), na qual se aglutinam a ONU, NWO e grupos associados.
Há muitas dezenas de gerações que os adeptos de Maomé são doutrinados no terrorismo pelo gerador de terroristas: o soturno Alcorão!
O resto decorrerá disso!