sábado, 19 de novembro de 2011

Cristãos Mortos pelo Islã na Semana

-


Nesta semana, mais uma vez, pastor, homens, mulheres e crianças foram mortos pelo Islã no mundo. Abaixo, a história de cada um. Rezemos por eles:

1) Pastor Jameel Sawan foi morto em um emboscada no Paquistão por militantes islâmicos;


3) Cristãos foram atacados por pedras quando marchavam lembrando os 40 dias de morte de 27 cristãos coptas por islâmicos radicais no Cairo;



4) No Irã, as forças de segurança aumentaram a pressão sobre o pastor evangélico Youcef Nadarkhani (foto abaixo). Ou ele se converte ao Islã ou morre. Nadarkhani está preso desde 2009 e foi setenciado a morte no ano passado. Entregaram o Corão a ele e ameaçaram com morte caso ele não se converta. Segundo alguns, a lei Sharia do Islã exige três tentativas, caso não se converta é a morte.


Que o mundo se levante em defesa deles e honre o nome daqueles que morreram.


(Agradeço a fonte de notícias ao site Weasel Zippers)

2 comentários:

Vânia Cavalcanti disse...

Olá, Pedro!
Mas, meu caro, o blog está cada vez mais interessante! Não tenho comentado, mas não deixo de dar uma passada por aqui todos os dias. O que não está nada bom é a situação dos cristãos na terra deste Ahmadinejad, predador de gente e amigo de Lula, e em outros países islâmicos. E o silêncio escandaloso, atordoante, pusilânime do resto do mundo é nada menos que cruel. Imagine, Pedro, inverter os papéis: muçulmanos sendo caçados em países cristãos. Ora, de entidades tradicionais, como a ONU e Anistia Internacional, até as mais desconhecidas estariam aos berros - e fariam muito bem. Mas qual é o problema com essa gente? Tem ela suas vítimas de estimação? Oremos por nossos irmãos cristãos, e também para que Deus perdoe seus algozes. Porque eu mesma não os perdoo. Um grande abraço

Pedro Erik disse...

Muito obrigado, Vânia.

É uma grande verdade isto que você falou sobre se fosse algum muçulmano ferido no Ocidente.

O mundo (ONU, Europa, EUA, Países Emergentes) não protege os cristãos. A ONU coloca os algozes dos cristãos em comissões de direitos humanos.

Os esquerdistas do mundo, que dominam as instituições e a imprensa, adoram o islamismo, mas não sabem nem o que é o Islã.

O Islã e a esquerda caminham juntos no ódio ao cristianismo e ao judaísmo.

Abraço,
Pedro Erik