sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Pegaram Cardeal Kasper Mentindo!



Cardeal Kasper é a grande força (junto do Papa Francisco, como negar? uma vez que ele é o líder) por trás da confusão doutrinária do sínodo da família.

Acontece que o cardeal Kasper deu uma entrevista atacando os membros do clero da África, da Ásia e dos países muçulmanos, dizendo que eles não entendiam a importância de se ajudar os gays.

A entrevista pegou muito mal. Mas ao invés de pedir desculpas, ele negou a entrevista, e disse:

Rome (kath.net, October 16, 2014).  The retired Curial prelate Cardinal Walter Kasper, in speaking with kath.net on Thursday afternoon, denied alleged statements of his about African bishops.  His exact words were:  “I am shocked.  I never said such a thing about Africans and would never say such a thing either.  I declare: no one from Zenit contacted me in recent days and weeks and no one asked me for an interview.  No one from Zenit got an interview from me.”  Kasper also announced that he would take the Zenit news agency to task.  In its summary of the Zenit interview, kath.net pointed out from the beginning that it was unclear whether the interview had been authorized in the first place by the Curial cardinal. [translated for CWR by Michael J. Miller]

Só que o jornalista britânico Edward Pentin, com mais de dez anos de experiência no Vaticano, gravou a entrevista e colocou em sua página.

Cliquem lá na página de Pentin, tem o aúdio e a descrição da entrevista.

Em suma, um jornalista pegou um cardeal mentindo feio, muito feio.

É uma situação muito triste, mas poderosamente importante, como eu disse no blog Creative Minority Report que me indicou a informação.

Nós deveríamos premiar o jornalista!

Viva Pentin!

Deus lhe abençoe.


4 comentários:

Nik disse...

rsrsrsrs...

Engraçado, não fosse trágico. Hoje ele já improvisou, disse que não era bem uma entrevista, e etc.

Irá ao confessionário? Deus sabe.

De qualquer forma, a situação é inverosímel, a Igreja publicamente fendida, exposta em suas entranhas mais nojentas, abalando a fé e comprometendo sua credibilidade.

Que é o lado positivo de tudo isso. Hoje, muito mais que antes, conhecemos por nome, peso e medida todos os que antes sussurravam em livros disfarçados, pregações confusas, o relativismo moral para onde sempre pretenderam arrastar a Igreja.

Agora conhecemos todos.

Pedro Erik disse...

Eh verdade, Nik.
Como diz a logica do Senhor dos Aneis, de Tolkien, Deus usa ateh o mal em favor do bem.
Mas rezemos pela Igreja.
Abraco,
Pedro Erik

Anônimo disse...

Pode rir? hahahahahhaha

André

Pedro Erik disse...

Como eu disse para um professor gales amigo meu, ha uma baita confusao no Vaticano. Ele concordou comigo. E tem sim um lado comico, amigo Andre. Apesar de triste pela estupidez de um ou outro cardeal.

Abraco,
Pedro Erik