quinta-feira, 21 de junho de 2012

O Mercado é de Direita ou de Esquerda?

-

A tabela acima mostra as últimas pesquisas para a eleição americana de diversos institutos de pesquisa. A fonte é o site Real Clear Politics, recomendo que todos os jornais brasileiros usem este site, para evitar mostrar o viés de cada pesquisa e não conseguir realmente falar como estar a situação. Hoje, a Veja, por exemplo, fala da pesquisa da Bloomberg, dizendo que Obama está 13 pontos na frente de Romney, acho que isto tem boa chance de estar errado com base nas outras pesquisas.

Vejam acima que a Bloomberg, um agente do mercado financeiro, está totalmente distante das outras pesquisas, mesmo daquelas que são recorrentemente pró-Obama como CNN e Associated Press. Enquanto a Bloomberg dá 13 pontos a mais para Obama, as outras estão entre -2 a +3.

Nos Estados Unidos, a Bloomberg é reconhecidamente pró-Obama, apesar de ser um membro do mercado. Por exemplo, sempre que sai uma dado ruim da economia, a Bloomberg costuma inserir a palavra "inesperado" no texto, como "taxa de desemprego sobe de forma inesperada", como a dizer, que o mercado está gostando das políticas econômicas do Obama.

Além disso, vejam outra pesquisa abaixo. Desta vez sobre a popularidade do governo Obama.


A Bloomberg diz que Obama teve 9 pontos a mais de aprovação, enquanto as outras pesquisas estão em -5 e +4.

Muita gente acha que o mercado é de direita. Ilusão completa, os agentes do mercado gostam é de estar perto do governo, recebendo dinheiro público. Se considerarmos que ser de direita é defender o livre mercado, que o governo deixe as empresas incompetentes falirem, o mercado é de esquerda, está sempre pedindo dinheiro público e metido na corrupção governamental. Acho que se pode dizer que, na verdade, para a desgraça do mundo, que o mercado não tem ideologia, o negócio é ganhar dinheiro (sujo ou não), não importa qual seja a ideologia do governo.

Outra recomendação que dou é que olhem as letrinhas A, LV e RV que estão na coluna da amostra (sample), elas significam Adultos, Prováveis Eleitores e Eleitores Regulares. Pesquisa em adultos são mais frágeis que as outras duas. A melhor é a que usa eleitores regulares. E obviamente, quanto mais gente pesquisada melhor.

A pesquisa da Bloomberg sobre Obama vs. Romney tem pouca gente e a pesquisa da Bloomberg sobre poupularidade de Obama é entre adultos.



2 comentários:

Jeronimo disse...

Não entendo. A Gallup e a Rasmussen estão constantemente divulgando pesquisas em que o Romney aparece na frente, normalmente por 2 ou 3 dígitos. Não vi sequer uma menção disso na Veja. Mas uma pesquisa provavelmente comprada que pertence a um canal cujo dono é um dos prefeitos mais liberais e esquerdistas de NY é amplamente divulgada como se fosse um sinal dos céus de que Obama vai vencer. Como é que ainda consideram a Veja de direita?

Pedro Erik disse...

Pois é, Jeronimo. Eu costumo confiar na Rasmussen, simplesmente pelo fato deles acertarem mais. Eles também são mais rigorosos. Mas o melhor é observar todas as pesquisas disponíveis.

Sobre a Veja, ela certamente não é de direita, especialmente nas questões morais, exatamente as questões que mais definem o posicionamento político.

Grande abraço,
Pedro Erik