terça-feira, 5 de abril de 2011

Ah, Essas Moças Bonitinhas que Adoram Obama...



Por vezes, acho que a seleção para jornalistas de televisão é muito mais pela beleza e pela ideologia (geralmente de esquerda) do que pelos conhecimentos e pela capacidade de fazer perguntas. Michael Scheuer (foto acima), ex-membro da CIA,  deu uma lição e tanto para duas entrevistadoras da CNN que a estavam perguntando sobre o conflito da Líbia. Explico e comento abaixo a entrevista, o vídeo vai em seguida. 

No início, elas fizeram perguntas gerais sobre as perspectivas do conflito. Scheuer respondeu dizendo que acha que a entrada no conflito foi um erro, que a Líbia financia o terrorismo, que os rebeldes podem ser piores que Kaddafi, que os árabes vêm o conflito como sendo liderado pelos Estados Unidos (não adianta dizer que é uma força ocidental), que a CIA na Líbia procurando contatos com rebeldes para identificar quem são tem uma boa chance de dar errado, pois os terroristas entre os rebeldes não irão se encontrar com a CIA, que os países árabes que apóiam a colizão são odiados pelo seu próprio povo e que vai custar uma fortuna para os cofres dos Estados Unidos, que já estão quebrados financeiramente.

As entrevistadoras viram que Scheuer discordava completamentre de Obama e começaram a ficar nervosas. Ele respondeu que isso era um problema não só dos democratas como dos republicanos, pois os "americanos gostam de entrar em conflito que não lhes dizem respeito".

E quando disse que o país estava quebrado, elas subiram nas tamancas para defender Obama. Ele, então, revelou quem elas são: "vocês estão apenas servindo água para Obama". Sensacional, mostrou que elas são apenas garçonetes da política do Obama, reproduzem com um sorriso no rosto o que o governo pensa.

Não concordo com tudo que ele disse, acho que os Estados Unidos deveriam ter entrado até antes no conflito (Obama vacilou demais), não acho que os Estados Unidos devam esperar apoio de árabes (pois árabes discordam totalmente da cultura ocidental, não adianta), e devem sim usar sua força militar para evitar tragédias humanitárias (ver caso da Costa do Marfim, agora). Mas concordo que os Estados Unidos estão quebrados, que os rebeldes podem ser piores que Kaddafi para o próprio Estados Unidos e para o mundo, que os rebeldes terroristas não entrarão em contato com a CIA e que a solução só virá com a entrada no cenário do conflito por terra.

Mas, sobre as entrevistadoras, só tenho a lamentar. Ah, essas moças bonitinhas que adoram o Obama (ver ontem no Jornal Nacional a correspondente dos Estados Unidos, esqueci o nome dela. Parecia que o governo Obama estava no paraíso, era um tremendo sucesso, enquanto na realidade a desaprovação popular está baixíssima, Obama não conseguiu resolver os problemas econômicos e está em três conflitos militares)...

Aqui vai o vídeo da entrevista com Michael Scheuer:


video

2 comentários:

Eduardo R. V. disse...

Eu ando louco atrás de fontes informativas que só queiram informar. Ou, pelos menos, tenham pontos de vista contrário, mesmo que funcione "porcariamente" como os outros.

"[...]pois os "americanos gostam de entrar em conflito que não lhes dizem respeito"." Ideia corrente no mundo inteiro.

Pedro Erik disse...

É isso, Eduardo. O mundo precisa de jornalistas que se preocupem em informar, para isso eles precisam estudar o assunto, saber fazer perguntas que importam e manter senso crítico em relação a governos. Para ver beleza, o mundo já tem o cinema, a música, as artes, as novelas, etc.