domingo, 3 de abril de 2011

Filme e Realidade - Governo versus Cristãos



Em 1917, o México fez uma constituição que tentava eliminar  e controlar a religião, especialmente a católica. As consequências disso foi a Guerra Cristera (ou guerra Cristiada, ou dos Cristeros), de 1926 a 1929, que opunha o exército federal de Plutarco Calles (ateu) e o povo que defendia a religião, gritando Viva Cristo Rey!.


O governo expulsou a Igreja Católica do país, matou padres por eles terem continuado a exercer os sacramentos e os rebeldes reagiram com diversos grupos que conseguiram algum sucesso no confronto. A guerra veio da tentativa de eliminar a fé do povo, de tirar a religião do homem, o resultado disso, como sempre, foi milhares de mortes. 

Hoje, há ainda muitos governos que tentam eliminar a religião, tirando crucifixos da sala, fechando escolas religiosas, controlando nomeações de bispos, etc. Além do perigo dentro da própria Igreja, com infiltração de tendências comunistas.

A Igreja Católica homenageia vários mártirs e beatos da Guerra Cristera, dentre eles o padre jesuíta Miguel Pro (foto abaixo, levando o tiro de misericóridia):



No fim, a solução veio com a permanência da Igreja no país.

Este ano vai ser apresentado o filme Cristiada War sobre este conflito, com Andy Garcia, vejam o trailler abaixo. Esse eu não perco.

video

2 comentários:

Vinícius disse...

Muito interessante esse post.
Católicos precisam conhecer esse lado da história que geralmente é ocultada principalmente nas salas de aulas, rodas de amigos e por aí vai.

Pedro Erik disse...

Obrigado, Vinicius. E voce toda razao quanto a necessidade de mais informacao crista em nossas escolas.

Abraco,
Pedro Erik