segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Capitalismo protege os Ricos, assim como Socialismo

-

Um dos maiores defeitos do capitalismo, o socialismo não oferece cura, é a defesa dos privilegiados. Há sempre uma turma de privilegiados nos dois modos de produção. Os dois gráficos abaixo mostram este defeito no capitalismo.

Os Estados Unidos estão em crise desde 2008, o pais mantém uma taxa de desemprego próxima de 8%, o que está bem acima da média hsitórica do país, a dívida pública já é maior do que o PIB (Obama pegou o estoque da dívida em 10 trilhões e aumentou em 6 trilhões em menos de quatro anos), e o crescimento econômico é vacilante (por volta de 1,5%). Obama tem uma pívia média de crescimento econômico nos anos de seu governo. Além disso, a capacidade de negociação do Obama com o Congresso é medíocre, e o país corre o risco de enfrentar o chamado "abismo fiscal" (aumento de impostos e corte de gastos) no próximo ano, se eles não entrarem em um acordo este mês.

Mas com todo este cenário, o lucro das empresas bate recorde de alta nos Estados Unidos, enquanto a participação dos salários na economia americana bate recorde de baixa. Isto é, as empresas estão protegendo suas margens de lucro da crise econômica, enquanto demitem gente.

É o que mostram os dois gráficos do site Business Insider.

1) Lucro das empresas sobre PIB


2) Participação dos salários na economia:



O capitalismo sozinho não cura a pobreza, há necessidade de que questões morais e sociais sejam executadas pelas pessoas. Não devem ser impostas pelo governo, pois isso provoca apenas a fuga das empresas e se cria um novo grupo de privilegiados. É uma questão de educação e moral cristã.


(Agradeço os dois gráficos ao site New Advent)

2 comentários:

FireHead disse...

Bom tópico. Vou aproveitá-lo! Obrigado. ;)

Pedro Erik disse...

Ok, grande Firehead.

Abraço,
Pedro