terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Ódio ao Papa no Twitter

-

O Papa Bento XVI lançou ontem uma conta no twitter, @Pontifex. Ele já conseguiu mais de 200 mil seguidores em menos de 24 horas. Neste sentido, foi um sucesso estrondoso.

Mas muitos já saíram atacando o papa com palavrões. Li, com horror, o que muitos escreveram. Vejam alguns exemplos retirados do site Twitchy (não vou traduzir, pois este blog não fala palavrão):


O Twitter é lixo mesmo. Eu mesmo não tenho conta no Twitter, nem no Facebook, não me acrescentariam muito e leria muita estupidez.

As perguntas que vêm na minha cabeça são: Deve o Papa continuar no twitter diante de tanta obsenidade e estupidez? Se eu fosse conselheiro do Papa, o que eu diria para ele?

Resposta: Sim, o Papa deve entrar e continuar no Twitter, sim. Por que? Ora, Jesus vai ao lixo para buscar ovelhas perdidas!

O Papa não deve se sentar e esperar que elas voltem, deve ir buscá-las até no lixo.


(Agradeço a notícia dos comentários com palavrões ao site Culture War Notes)

3 comentários:

FireHead disse...

O que dizer acerca disso? São as próprias pessoas se condenam a elas próprias... elas cavam a sua própria sepultura...

Eduardo Araújo disse...

O que se lê nessas tuitadas são mensagens que mesclam um ódio patológico, intolerante, a incoerências horrorosas (tipo o sujeito que diz que agora vai reportar abusos quanto a direitos humanos, menos, é claro, o direito humano de respeito que deveria ter ao se dirigir ao Papa).

Pedro Erik disse...

É isso aí, Eduardo. Nos Estados Unidos, chama-se estas incoerências que você mencionou de "liberal tolerance". Isto é, os esquerdistas querem tolerância com os homossexuais, mas ofendem e ameaçam os cristãos.

Abraço,
Pedro Erik