sexta-feira, 5 de julho de 2013

Similiaridades entre Islã e o Movimento Gay, Nós (cristãos) somos cordeirinho demais- por Peter Kreeft


Gosto muito de ouvir o filósofo Peter Kreeft, ele deu uma entrevista que fala sobre muitos assuntos, como as similiridades totalitárias entre Islã e o movimento gay, sobre o que é o amor, e como os padres e nós cristão devemos nos comportar frente à agenda esquerdista que domina políticos, mídia e escolas.

Minhas críticas ao que ele disse são apenas de acentuação. Ele ressalta os aspectos totalitários do Islã, por exemplo, mas eu seria mais enfático, mostraria as diferenças teológicas, Alá é totalmente diferente do Deus cristão. Vê ele falando do Islã parece que há pontos teológicos aproveitáveis no Islã, quando Alá odeia inimigos (infiéis e pecadores).

Mas é uma ótima entrevista, todos os cristãos deveriam prestar atenção ao que ele diz.

Traduzi a entrevista de Peter Kreeft abaixo:

video

Muitas pessoas observam que o cristianismo não está se expandindo especialmente no países ricos ocidentais.

Kreeft: Não, não, nós estamos perdendo a fé, a Europa parece já caso perdido. Os muçulmanos tentaram conquistar a Europa por mil anos usando armas e falharam, agora eles tentam com as mães, que uma arma bem mais poderosa.

O Islã está na cabeça de muita gente atualmente. Ele parece que está em todos os lugares, conquistando mentes, como aqui em Toronto, nas arredores de Toronto. Eles estão preenchendo o vácuo (de fé)

Kreeft: Sim, é exatamente o que é esta´ocorrendo. A natureza não tolera o vácuo. Quando uma fé enfraquece, outra fé entra, porque ninguém pode viver sem fé. Islã é um fé forte, tem pontos bons e pontos ruins, quando se deixa o campo de guerra, alguém invade, preenche o vácuo, é simples assim.

Quais são os atrativos do Islã, versos os atrativos do cristianismo?


Kreeft: Islã é forte, é duro, tem princípios e absolutos. Nós (cristãos) temos um carne bem macia, mas nossa espinha é mole, Islã tem uma espinha dura, mas pouca carne. Nós precisamos dos dois. (acho que Kreeft quer dizer que precisamos da firmeza (espinha dura) para defender nossos princípios (carne))

O que cristãos devem fazer para se recuperar?

Kreeft: Devemos recuperar nossos ativos, nossa identidade. Devemos voltar para Jesus, fazer o que o Vaticano II fez, voltar para as raízes e plantar as raízes na única fundação possível.

Se as pessoas parecem totalmente não conhecem as fontes, nem falam sobre o assunto, onde elas devem ir.


Kreeft: Se não é você, quem é? Se não é agora, quando? Se não é aqui, onde? Quando você se perguntar quem é o responsável pela decadência do Ocidente, olhe no espelho.

Parece haver uma correlação entre o ascensão do Islã e ascensão do movimento gay. Os dois são muito totalitários em suas metodologias apesar de terem ideias contraditórias. O que está havendo?

Kreeft: Há apenas dois movimentos na civilização ocidental que lutam e morrem pelos suas crenças. Talvez a terceira guerra mundial seja entre estes dois grupos. É um enorme paradoxo. Eles são opostos em quase todos os aspectos, mas similar na maneira que eles lutam. Os cristãos também devem lutar na verdadeira jihad, contra o pecado. Isto é essencial para o cristianismo, e nós perdemos este sentimento, e eles ocuparam o vazio deixado por nós.

Parece que é impossível deter o movimento gay, muitas pessoa estão chocadas com isso. Eles têm poder na política, na mídia, na educação, como eles conseguiram este enorme poder?


Kreeft: Porque nós nos tornamos cordeirinhos, mansos demais. Nós toleramos tudo, sós sorrimos quando eles nos abusam. Quando pessoas agem assim, aqueles que têm princípios ruins ou bons, dominam. Nós adoramos a que se chama igualdade, que nód temos medo de ser diferentes, distintos. Igualdade é uma boa arma de defesa, mas não tem força ofensiva. Nós precisamos de igualdade de direitos, mas precisamos de algo mais profundo, nós precisamos de identidade, daquilo que nos diferencia.

Nós temos uma cultura, mas agora as pessoas idolatram a diversidade, que parece deixar as pessoas frustradas.


Kreeft: Um dos mais brilhantes políticos da história, Adolf Hitler, dizia que as pessoas aceitavam as grandes mentiras mais facilmente que as pequenas mentiras. Eu nunca encontri ninguém. Diversidade é uma das grandes mentiras. Eu nunca encontrei ninguém que diga que ame diversidade e realmente ame. Diversidade tem significado esquerdismo, marxismo, movimento gay, etc. tudo menos a tradição ocidental cristã. A lista dos livros usados para propagar a diversidade, não têm qualquer diversidade, são os mesmos. Sem Jesus, sem Moisés, sem Salomão, sem Aristóteles, sem Buda, sem Confúcio. Apenas a agenda esquerdista está incluída na diversidade. Em outras palavras, diversidade tem significado justamente a falta de diversidade.

Eles nos acusam de não seguir Cristo, de ficarmos julgando as pessoas, ao não propagar a diversidade.

Kreeft: Isto é falta de compreensão do que significa amor. Amor luta!. Amor cuida! Amor discrimina! As escrituras são muito claras sobre a ira  de Deus, Deus odeias os inimigos do amor, como os médicos odeiam o câncer, Deus odeia tudo que destrói o ser humano, o que o torna desumano. Amor e ódio estão juntos. Amar o ser humano e odiar o pecado vêm juntos. A essência da heresia é negar que exista pecado. Jesus disse um coisa aterrorizante para o fariseus: "Eu não vim para vocês, Eu vim pelos doentes (no pecado)".

Há tantos ataques hoje a ideia de Deus e a lei natural, mas os pastores silenciam, e tantas pessoas precisam que eles falem, o silêncio é ensurdecedor, o que está ocorrendo? 


Kreeft: Eles têm medo de não serem aceitos pela civilização, eles tentam ser pragmáticos, e por isso se rebaixam, mas mesmo assim acabam sendo rejeitados pela civilização. Estes pastores agem errado. Pois veja há fundamentalistas em todo lugar, protestantes, católicos, etc. E o esquerdismo não consegue ser forte, em número de membros. Então, se você realmente é pragmático, se quer conseguir ovelhas para seu rebanho também deve pensar com os tradicionalistas da direita. E não propagar agenda esquerdista.



Nenhum comentário: