segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Povo americano diz que o Mundo não respeita Obama. A voz do povo é...


A ideia declarada da administração Obama de liderar o mundo é "leading from behind" (como mostra a charge de Michael Ramirez acima). Isto é, sair da frente das discussões internacionais, vê o que acontece. E isto, certamente é receita para um desastre para o mundo. A ONU e nenhum outro país pode substituir os Estados Unidos. O resultado é o caos, como se vê na Síria, Egito, Ucrânia, Líbia, Iraque, Afeganistão, Nigéria, Venezuela, Bolívia, Coreia do Norte, Israel, Palestina, Iêmen, ...

Outro dia, meu amigo, o grande diplomata Paulo Roberto de Almeida, divulgou um artigo do historiador Niall Ferguson, em que Ferguson descreve os erros da política externa de Obama. Fergusson lembra que: 1) Obama não cumpre suas próprias ameaças no mundo (como a que prometeu que iria atacar a Síria se o país usasse armas químicas e não atacou); 2) Obama não sabe o que fazer diante de crises políticas (como a chamada Primavera Árabe), escolhe um lado, depois escolhe o lado oposto, como ocorreu com o Egito; 3) Obama também não sabe o que fazer com as guerras no Iraque e Afehanistão, se deixa os países ou se aumenta o contingente do exército; 4) Obama ficou inerte quando a população iraniana se levantou contra o regime islâmico; 5) Obama não se interessou em liderar a front para destituir Kadhafi da Líbia; 5) Os Estados Unidos foram atacados no dia 11 de setembro de 2012 na Líbia, no qual morreu um diplomata amerciano e a administração Obama falou que era culpa de um filme, quando na verdade era um ataque terrorista; 6) A Rússia se sente livre para apoiar Asasad na Síria, diante da inação americana, enquanto morrer milhares no País.

Fergunson também lembra que a administração Obama assiste em silêncio o número de mortes no Oriente Médio atingir um valores elevadíssimos. Não faz absolutamente nada. 

Eu lembrei ao Paulo Roberto, em seu blog, que nas eleições de 2008, eu tinha previsto que a administração Obama seria um desastre em todos os aspectos (política externa, economia e questões sociais). Eu acompanhava a campanha presidencial americana e via como Obama era despreparado para gerir os Estados Unidos.

Em termos de política externa, Obama demonstrava no máximo boa vontade, achando que isso só resolvia os problemas do mundo. Não entendia a profundidade dos problemas. Achava, por exemplo, que bastava se sentar na mesa com o presidente do Irã para que o Irã desistisse de armas nucleares.Não reconhecia quanto o Irã odeia os Estados Unidos, e quanto este ódio é importante dentro do Irã para que aqueles que estão no poder se mantenham no poder. O país se move por este ódio.

Não vou comentar aqui o que eu achava das falas de Obama na campanha sobre economia e questões sociais, que também levariam o país  a ter pior recuperação econômica da história e ter um futuro nada promissor dado o desastre, por exemplo, do Obamacare (sistema de saúde implantado por Obama).

Sobre política externa, hoje saiu uma pesquisa do Gallup justamente sobre o que povo americano acha que o mundo pensa de Obama. Pela primeira vez, a maioria do povo americano acha que os líderes mundiais não respeitam Obama.



O povo americano, mesmo não sendo conhecido como o povo mais bem informado do mundo, já  reconheceu o óbvio: o mundo não respeita Obama.

Aliás, eu também costumo dizer que para se ter uma ideia do desastre que é a administração Obama, basta saber que Obama atualmente tem a mesma aprovação do Bush para o mesmo período de governo. Vocês lembram quanto o Bush era odiado pela imprensa americana e mundial e deve saber o quanto Obama é idolatrado pela imprensa. Mas mesmo com apoio da imprensa, Obama é tão ruim como Bush para o povo. Imagina se Obama sofrese os ataques diários dfa imprensa do mundo.



(Agradeço a pesquisa ao site Weasel Zippers)

4 comentários:

Duddu Pontes disse...

Pedro, boa noite!

Aproveitando o tema do post, gostaria de te perguntar, (pelo que entendi você mora/morou nos EUA e deve entender bem disso) no que consiste, em base, esse Obamacare? Já pesquisei na net mas não entendi bem!

Os americanos não tem um serviço de saúde pública e gratuita como o SUS?

Abraco!

Pedro Erik disse...

Caro Duddu,

Conheço muito bem os Estados Unidos, já fui lá muitas vezes e faz parte do meu trabalho acompanhar o que se passa lá. Mas não morei lá e sim no Canadá e Reino Unido.

Sobre sistema de saúde, os americanos têm sim programas públicos. Principalmente dois: medicaid e medicare, eles ajudam os mais necessitados, aqueles que não podem pagar nada.

O Obamacare é o principal programa do Obama e procura dar a todos um certo nível de cobertura de saúde. Todos serão obrigados a ter plano de saúde, caso contrário pagarão taxas.

O Obamacare tem muitos problemas no entanto, como:

1) Obriga o fornecimento de métodos abortivos (a Igreja Católica e suas instituições (colégios, hospitais) lutam contra isso);

2) Encarece os planos de saúde normais, trazendo desemprego;

3) Até agora os jovens não aderiram, o que significa que o programa já nasce falido.

Tomara que tenha ajudado.

Abraço,
Pedro Erik

Duddu Pontes disse...

Huuum, ajudou sim, Pedro!
Deu pra ter uma ideia melhor do que se trata!

Enfim, essa coisa de ter uma obrigatoriedade de adesão já me incomoda e mais ainda querer se intrometer na gestão dos hospitais católicos, obrigando coisas que vão de encontro à doutrina!

Rezemos pelo desastre que é Obama!

Abraco e fica com Deus!

Pedro Erik disse...

Ok, caro Duddu.
Obamacare nao resistira, o Obama esta mudando e adiando varios aspectos do sistema pois sabe que nao esta funcionando.

Abraco, amigo.
Pedro Erik