terça-feira, 28 de junho de 2016

Vídeo: Gays podem ser Cristãos?



Em tempos em que mesmo o Papa e cardeais exaltam os gays, é bom lembrar que a Bíblia condena o ato sexual homossexual fortemente inúmeras vezes, que ato homossexual é um "dos cinco pecados que clamam aos céus por vingança de Deus" (Catecismo da Igreja, Parágrafo 1867), que os santos condenaram também fortemente a sodomia.

O autor do livro acima, Dr. Michael Brown, tem muita experiência em tratar na guerra cultural que envolve os gays. Ele escreveu um ótimo texto, motivado pelas palavras de membros da Igreja que procuram aceitar o homossexualismo de qualquer maneira dentro do cristianismo.

No texto, ele disponibiliza um excelente vídeo no qual ele explica sua posição. Fantástico.

Abaixo vai o vídeo, em seguida vai um pouco do que ele diz para quem não entende inglês:




1) No inicio, ele explica diz que é judeu convertido ao cristianismo, que era viciado em drogas antes da conversão. Tem um vídeo dele na internet chamado "Michael Brown Testemony from LSD to PhD.

2) Ele diz que na época dele homossexualidade era vista como um problema social, hoje em dia os jovens entendem a homossexualidade como um ação pessoal. Brown diz que homossexualidade é a duas coisas. Assim, o assunto deve ser tratado com amor, com cuidado e com a verdade.

3) O perigo ao tratar do problema é que o fator emocional pode ser ser muito poderoso. Gays agirão de forma muito emocional quando se discute a condenação da Bíblia, dizendo que Cristo é amor que Ele não condenaria os gays.

4) Mas as palavras de Deus não mudam com base em mudanças culturais da sociedade. Deus não se importa com popularidade de suas palavras, não está nem aí se a maioria apoia os gays.

5) As respostas de Deus estão escritas na Bíblia.

6) Muitos dizem: "A Bíblia tem muita interpretações, eu não estou certo que Deus condena o homossexualismo, mas de uma coisa eu tenho certeza, eu sou gay". Mas a Bíblia é muito clara nesse aspecto, não há espaço para interpretações. O casamento é entre homem e mulher e o ato homossexual é condenado recorrentemente.

7) Ele lê a seguinte passagem: Hebreus 4:12-13 (que mostra a verdade da alma e do corpo, retira as emoções para mostra a verdade),

8) Conta que um pastor era contra a homossexualidade, mas quando o filho dele se disse gay, ele tinha "reinterpretado" a Bíblia,e  aceitado o homossexualismo. Brown perguntou ao pastor: "e se um dia o filho seu lhe dissesse que cometeu um erro terrível que descobriu que era muito errado so olhos de Deus ser gay e estava abandonando a homossexualidade?" O pastor respondeu que se isso acontecesse era ia "reinterpretar de novo a Bíblia.

9) Mas Cristo disse em Mateus 10:37, quem ama mais seu pai, sua mãe ou seu filho mais do que a Mim, não é digno de Mim. Cristo sempre disse que a primeira lealdade de todos deve ser a Ele.

10) Brown diz que seu doutorado é em teologia e em linguística, e afirma que não nada novo na leitura da Bíblia, os termos são aqueles mesmos. Não há texto novo na Bíblia. Bíblia é muito clara sobre o assunto.

11) O fato de existir milhares de livros sobre o assunto, não quer dizer que a Bíblia não seja clara.

12) Cristo morreu por todos nós, gays ou não, todos. Mas a Bíblia deixa claro que apenas a heterossexualidade é correta.

13) A Bíblia é dedicada ao homem e a mulher, desde Gênesis 1: 26-31 (Deus fez Adão e Eva à sua própria imagem e disse que eles deveriam se multiplicar) e Gênesis 2: 24 (homem e mulher se tornam uma só carne). A partir daí, toda a Bíblia pressupõe união heterossexual. Todas as passagens, todas as parábolas, todas as ilustrações...são com base na união hetero.

14) Até a poligamia que é vista na Bíblia, que é condenada, é heterossexual.

15) Não há nada na Bíblia que possa ser visto como aceitado homossexualidade. Nada. Toda referência a gays e lésbicas é negativa, é para condenar usando termos mais fortes possíveis.

16) Brown menciona Levítico 18:22 (que diz que é uma "abominação" o ato homossexual) and Levítico 20:13 (diz que se um homem deitar com outro homem será punido com a morte e levará sua culpa, na antiga lei de Israel). Obviamente, Brown esclarece que não está de maneira alguma defendendo morte para homossexuais. Isso era na antiga lei de Israel. Apenas mencionou o verso para ver como a Bíblia ver atos homossexuais.

17) Muitos dizem que Levítico proíbe comer porco e mariscos e ninguém segue isso, então não deveria seguir também a condenação aos gays. Brown diz que é simples responder a isso: Deus deu a Israel leis que separavam o povo dos outros povos, mas deu outras leis que são universais, como "não mate".  Como distinguir essas leis? Duas maneiras: 1) Deus faz o comando universalmente? No caso do "não mate", a condenação já existe no Gênesis 9:6 e o comando é repetido várias vezes na Bíblia (Velho e Novo Testamento). As leis de comida são apenas para Israel, são particulares. O comando não é repetido no restante da Bíblia. Deus julgou as nações pagãs por assassinatos? Sim. Deus julgou as nações pagãs por comerem porcos? Não.

18) A lei contra homossexuais de Levítico 18 é universal, os atos são condenados várias vezes no Velho e no Novo Testamento. Brown cita Levítico 18:24-25 que diz que o homossexualismo e sexo com animais contamina a terra e esta vomitará seus habitantes. Deus diz que foi por isso que a terra vomitou os povos pagãos. Assim, a condenação é claramente universal.

19) Quando se vê o ativismo homossexual nos países de hoje, atacando o casamento, é possível imaginar a contaminação na terra que Levítico 18 fala.

20) Brown conta que foi contactado por jovens para discutir incesto. Ele disse que dos 5 professores que responderam apenas ele disse que o incesto deveria ser ilegal. Para responder, Brown usou uma frase Chesterton: "Don't ever take a fence down until you know the reason it was put up" (Não derrube uma cerca antes de saber por que ela foi levantada).

21) Assim, quando se começa a aprovar atos homossexuais por que não aprovar o resto? A mídia anda celebrando poligamia, bestialidade e até pedofilia (love is love).

22) Uma vez quando em um show na televisão, Brown recebeu a seguinte pergunta: "Dr. Brown me diga um verso da Bíblia em que Jesus condena gays e lésbicas?". Brown respondeu: Eu vou lhe dar três versos.

- Primeiro em Mateus 5, Ele diz que não veio para abolir o Antigo Testamento mas para completá-lo. Jesus pegou as leis morais do Antigo Testamento e aumentou o nível de exigência no Sermão da Montanha (apenas odiar já é o pecado matar, apenas desejar já é adultério);

- Segundo em Mateus 15. em que Ele diz que não é aquilo que entra pela boca que destrói o homem mas aquilo que sai do coração do homem que o destrói. Em Mateus 15,19, Cristo cita as imoralidades sexuais como exemplo daquilo que sai do coração do homem e o destrói.

- Terceiro em Mateus 19, no qual Cristo diz que Deus quis desde o começo que o homem deixe sua casa e se junte a uma mulher e os dois se tornem uma só carne. Assim, Ele diz qual é o significado do casamento.

23) Tem também a passagem João 2:24-25, que diz que Cristo não confiava nos homens que creram Nele porque viram milagres, pois Cristo conhecia o coração daqueles homens. Jesus sabe o que há dentro do coração das pessoas.

24) Jesus andou entre pecadores, mas Jesus não aprovou ou afirmou seus pecados, mas condenou os pecados deles.

25) Todos lutam contra seus pecados. Os gays não devem se definir como gays, deveriam se definir como filhos de Deus e assim como nós todos deveriam pegar suas cruzes e lutar contra seus pecados.

26) Em Romanos 1:26-27, Brown diz que se tem o verso mais explícito contra atos homossexuais. São Paulo chama os atos homossexuais de gays e lésbicas  de depravados atos contra a natureza. São Paulo ressaltou que os atos homossexuais não são naturais e ele estava se referindo a Gênesis, na criação natural de Deus.

27) Em 1 Coríntios 6:9-10, São Paulo nos dá uma lista de pecados, em que diz que os que praticam atos homossexuais não entraram no Reino de Deus.

28) Nós precisamos estimular a santidade e não homossexualidade. Nós odiamos o pecado homossexual, mas podemos amar os homossexuais e estimular a santidade deles. Há nova vida em Cristo.

29) Ele termina recomendando seus livros e que as pessoas entre em contato com ele, no facebook, e olhem o website dele. Ele tem muitos livros para a comunidade judaica que querem conhecer Jesus e para os cristãos conhecerem o que pensam os judeus. Interessante.




4 comentários:

Anônimo disse...

Amigo, obrigado pela tradução.
Que coisa mais óbvia isso tudo. Mais claro na Bíblia impossível.
Abraço.
Gustavo.

Pedro Erik disse...

Traduzi um pouco mais, Gustavo.
Quem sabe termino hoje.
Grande abraço,
Pedro

Isac disse...

QUEM APOIAR GAYS EM PRÁTICA SODÔMICA DENTRO DA IGREJA COMO MEMBRO, PODERIA MERECER O ABAIXO:
“Já por carta vos escrevi que não vos comunicásseis com os que se prostituem;
com isso não me referia à comunicação em geral com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo.
Mas agora vos escrevo que não vos comuniqueis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal nem sequer comais" 1 Cor 5 9-11
!Vi outro dia na igreja que frequento um casal de supostos gays que vão sempre, e um deles, talvez sem querer, bem à minha frente, num gesto de arroubo, passou a mão todo DESMELECADO na cabeça do consorte – deve ser sido um ímpeto de “amor”, suponho – e ambos vão à S Comunhão!
Nessa igreja, 4 padres se revezando, mesmo outros que conheço, nunca deram um pio sobre essa profanação dentro das igrejas nesseS últimos 15 anos, E DE UNS ANOS PARA CÁ A COISA DESTRAMELOU!
Mas, à exceção de há anos, UMZINHO, VELHINHO, pois os outros, além de silentes e vendo muitas mulheres vestidas de tal forma imodestas, despudoradas, e ainda se aproximando da S Comunhão, parecendo que vieram diretamente dessa forma do cabaré!
PARECE QUE O DIABO LACROU A BOCA COM EPOXI DE MUITOS PADRES PARA TEREM RESPEITO HUMANO E SE CALAREM!
Enquanto isso, o diabo livre e solto, deita e rola!

Pedro Erik disse...

Caro Isac,
Bem lembrado.
São Paulo, tão amado pelos cristãos de sua época,hoje seria odiado e condenado pela imensa maioria dos cristãos e do clero.
Abraço,
Pedro