segunda-feira, 13 de junho de 2016

Vídeo: Muçulmano na Mesquita em Orlando Disse que Gays Devem Morrer. Para ele, Matar Gay é Fazer Misercórdia


Ocorreu uma catástrofe nos Estados Unidos ontem, assassinato de 50 homossexuais por um terrorista islâmico na cidade de Orlando, na Flórida. Se tínhamos 9/11 dos ataques às torres gêmeas, agora temos também 6/11 de ontem.

O Estado Islâmico se responsabilizou pelo atentado e o terrorista fez o grito de guerra islâmico "Alahu Akbar" quando matava os gays.

O FBI reconheceu que já sabia desde 2013 das ligações do terrorista com o radicalismo islâmico. Mas não se conseguiu fazer nada para evitar.

Obama e Hillary culparam a posse de armas nos Estados Unidos. Eu comecei a assistir o jogo do Brasil contra o Peru e não é que os comentaristas do Sportv, Luiz Carlos Jr e Noriega concordaram com o Obama? Bom, não se deve esperar que eles digam algo muito relevante sobre o atentado mesmo.

O mundo sabe onde encontrar o problema.

O site Jihad Watch revelou que recentemente um palestrante na mesquita da própria cidade de Orlando defendeu a morte dos gays, matar os gays seria um ato de misericórdia, segundo o palestrante.

Vejam vídeo abaixo das palavras do palestrante abaixo.







3 comentários:

RICARDO LIMA disse...

É um muçulmano sendo muçulmano. O islamismo é assim, e os politicamente corretos podem enterrar suas cabeças na areia, que a realidade continuará sendo esta.

Até quando?

Vic disse...

Alcorão: modelador de terroristas e suicidas!
As crianças do Islã são doutrinadas desde cedo no lar e nas escolas para odiarem judeus e cristãos - se matarem apenas um salvam-se nas condições que o "profeta" Maomé junto com a deusa da lua Alah oferecem!

Adilson disse...

Olá, nobre Pedro.

Nada a acrescentar. Infelizmente isso vai continuar a acontecer, não será o último atentado. Enquanto os democratas estiverem governando os EUA isso não terá fim. A administração de Busch super em muito o governo de Obama, no qual centenas de vidas foram ceifadas por terroristas, especialmente islâmicos. Espero que a Hilary perca as eleições. Só temos que rezar pelo povo dos EUA.

Até.