terça-feira, 19 de julho de 2011

Solução de Paul Krugman: Morte e Imposto sobre Vendas

 

Olhem a cara da Christiane Amanpour no vídeo quando Paul Krugman (vencedor do Prêmio Nobel de Economia de 2008) vai explicando que a solução para a economia americana é o estabelecimento da chamada comissão da morte (death panel),  um grupo de médicos que dirá que o custo é muito alto para manter você vivo por isso você deve morrer,  e a introdução de impostos sobre vendas, um tipo de ICMS norte-americano.

Traduzo em azul abaixo o que diz Paul Krugman.


video

Eles devem fazer uma terapia da realidade. O sistema de saúde americano (medicare) tem de decidir sobre o que irá pagar e quais procedimentos médicos não são efetivos de maneira nenhuma por isso não iriam ser pagos de maneira alguma. Em outras palavras, o sistema de saúde teria que endossar o painel que era parte da reforma da saúde. Se este painel não for corajoso o suficiente para incluir as pessoas que deveria estar na comissão da morte, ele não conseguirá educar as pessoas de maneira alguma, não mostrará o tipo de escolha que deve ser feito. 

Alguns anos no futuro, nós temos de alcançar a solução real, que é uma combinação de comissão da morte e imposto sobre vendas. Deve-se manter o sistema de saúde sob controle e teríamos que estabelecer uma receita adicional.

Como esquerdistas têm apreço pelas pessoas, não é?

Outro dia eu vi uma frase muito boa no site Creative Minority Report sobre a ONU. O autor do blog, Matthew Archbold, dizia que a ONU tratava a pobreza das pessoas sugerindo eliminar as pessoas, não a pobreza.

Genial!!

Ah, mas a estupidez dos ganhadores de prêmio nobel...

Em uma entrevista, Paul Krugman disse que gostava da serie de livros chamada Fundação (Foundation Series)  de Isaac Asimov. Nesta série psicohistoradores determinavam o futuro da humanidade. O blog American Catholic explica o problema com a lógica dessa série e com o raciocínio de Krugman. Isto está muito bem espelhado no vídeo acima: "imaginar que o ser humano pode controlar tudo, todos os fatores, inclusive a livre vontade do próprio ser humano".

(Agradeço o achado do vídeo ao blog The Anchoress)

4 comentários:

Eduardo R. V. disse...

A educação é a raiz dos problemas e das soluções. A familiar e a escolar.

Se não acertar isso, não acerta anda.

E voltando isso a saúde, educar as pessoas para ter uma boa alimentação, pequenos cuidados e tudo mais. Isso deve cortar um bom bocado de pessoas, em qualquer sistema de saúde.

Pedro Erik disse...

É isso, Eduardo.

Abraço,
Pedro Erik

Vânia Cavalcanti disse...

Olá, Pedro Erik!

Não entendi qual a relação entre os impostos e o tal painel da morte. Seria que os primeiros definiriam os critérios do segundo? De qualquer modo, a delirante arrogância misturada à desastrosa ingenuidade em acreditar ser possível ao homem controlar tudo dá uma medida da insanidade dos tempos que vivemos. Um abraço

Pedro Erik disse...

Cara Vânia,

Não há nenhuma relação direta entre impostos e o painel da morte. Apenas indireta, o painel da morte "ajudaria", na cabeça de Krugman, a diminuir as despesas do governo e o novo imposto aumentaria a receita.

Os Estados Unidos atualmente estão discutindo se devem aumentar ainda mais o limite de endividamenteo. Obama programou algo como um painel da morte em 2009 mas foi detonado tão rapidamente, que negou que tenha pensado isso. Agora só pensa em aumentar os impostos. Os republicanos, partido de oposição, querem cortar despesas para poder aprovar aumento no limite de endividamento.

Abraço,
Pedro Erik