quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Peter Kreeft : Como Vencer a Guerra Cultural (vídeo)

-

Eu já falei aqui do texto de Peter Kreeft sobre como vencer a guerra cultural. Hoje eu achei um video com a palestra de Kreeft sobre o assunto. É simplesmente espetacular.

Eu não vou traduzir, pois são 47 minutos de vídeo. Infelizmente, não tenho tempo. Na palestra, Peter toma a posição do demônio para falar da guerra cultural. Ele fala de 7 idéias de como "perder" a guerra cultural. Isto é, como cristãos estão perdendo a guerra cultural para o diabólico. Saindo do paraíso para o inferno. As 7 idéias são:

1) Politizar a Fé (como se a Igreja fosse um partido polítco e não o Corpo de Cristo);

2) Usar discursos de felicidade mesmo quando caindo no abismo (falando de paz em meio a uma guerra cultural, como os falsos profetas);

3) Adoracão de organizações e tratar religião como um negócio (esquecendo a força espiritual de Deus no mundo e o poder do sofrimento e da oração);

4) Adoração ao que está na moda, ao novo (Peter critica especialmente aqueles que acham que o Vaticano II mudou a Igreja Católica);

5) Abolicão da excelência com consequente adoracão ao igualitarismo, especialmente igualdade de sexos (Peter critica a tentativa secular de tornar tudo igual, inclusive, homens e mulheres, esquecendo a beleza e o mistério das diferenças e da exclência);

6) Adoração ao materialismo, ao consumismo (critica a pessoas com foco no consumo, incapazes de fazerem sacrifícios ou mesmo auto-controle. Pessoas que só aceitam Cristo sem a Cruz);

7) Transformar a santidade em espiritualidade (adoração da espiritualidade e não adoração a Deus).





(Agradeço o vídeo ao site Defenders of the Catholic Faith)

2 comentários:

GRAÇA NO PAÍS DAS MARAVILHAS disse...

aMIGO, foi a IGREJA CATÓLICA quem criou e alimenta o PETISMO - esta doença que, igual a uma serpente, pouco a pouco, envenena as mentes e o coração dos jovens contra DEUS.

Uma outra observação - A BATALAH PERDEU QUANDO A IGREJA PERMITIU A INFILTRAÇÃO COMUNISTA..QUANDO TROCOU PADRES POR MISSIONÁRIOS TREINADOS NA LÁBIA E NO RIFLE

Pedro Erik disse...

Você tem razão, Graça.

A Igreja Católica brasileira e mesmo latino-americana ainda não se libertou da praga da teologia da libertação (usada pelo petismo). Outro dia discuti com um padre que usou Leonardo Boff na homilia.

Fico ainda mais triste, que a congregação jesuíta (que tanto admiro pelo seus fundadores) é a que mais se deixou infuenciar por esse mal diabólico.

Mas tanto o papa João Paulo II como Bento XVI lutam contra isso, e há também muitos bons padres no Brasil.

Não julgue a Igreja por seus seguidores, muito menos pelos padres petistas (que deveriam sair da Igreja). Julgue a Igreja pelo o que ela é. Estude a religião. A religião Católica é belíssima, divina.

Abraço,
Pedro Erik