quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Mercado no Mundo da Lua ou Não é a Economia, Estúpido

-

Por uma questão profissional, eu tenho que acompanhar o mercado financeiro todos os dias. E para mim, não há nada mais estúpido do que aquilo que se chama de mercado. Os economistas (e eu sou um deles) do mercado financeiro, parecem que vivem no mundo da lua, vendo o mundo lá da lua, fora do que acontece na sociedade, eles têm uma visão de curto prazo, e nunca, jamais, atacam o governo, seja qual for o governo (de extrema esquerda ou de extrema direita), porque , na verdade, eles dependem financeiramente de governos. Então, o último lugar que você deve se aconselhar em quem votar é no mercado.

Vejam o que aconteceu ontem.

Há anos se sabe que a política econômica de Obama é aumentar os juros, que ele tem extrema dificuldade de lidar com a oposição, além de não conseguir aprovar seu orçamento nem entre o próprio partido. Sem falar que fez a dívida pública explodir. Mas se  você acompanhasse o mercado financeiro como eu faço todo dia, por meio por exemplo do site da Bloomberg, teria certeza que o mercado apóia Obama. Ontem, depois das eleições, quando não era mais preciso mostrar este apoio para ganhar ajuda do governo, o mercado se soltou e mostrou que é contra a política econômica de aumentar juros. O mercado despencou.

Se Obama cumprir o que sempre prometeu (aumentar os impostos), o que você acha que vai acontecer? Recessão, é claro.

O que eu leio hoje no Financial Times? Que o mercado está preocupado com o aumento dos impostos.

Não se enganem, o que o mercado diz é movido pelo dinheiro, isto não vale nada.

Aliás, apesar de eu ser economista, eu não não canso de repetir: não é a economia, estúpido, que é importante para uma sociedade. Decisões muito mais profundas é que alteram o desenvolvimento, como se a sociedade respeita ou não a família, ou respeita ou não a vida. O apoio ao casamento gay, no fundo, é a destruição do que significa casamento, e assim a destruição da família. O apoio ao aborto é no fim a desvalorização da vida. Estas decisões é que destroem a sociedade. Números econômicos sobem e descem, gerenciar a economia é a parte fácil, basta respeitar os contratos, pagar em dia e não fazer dívidas elevadas. 



2 comentários:

avmss disse...

Quem colocou a economia como a coisa mais importante para avaliação da sociedade foi Karl Marx, não? No ensino médio que eu fiz tive aula durante os três anos com três professores comunistas e bem marxistas. Ali, pude notar a importância que davam para as mudanças da sociedade como mudanças de visão econômica, tanto no abolicionismo ou na reforma religiosa. Então, penso eu, que esta visão da economia, com grande importância, está bem enraizada na nossa sociedade.

Pedro Erik disse...

É verdade, avmss, mas Adam Smith, ex-professor de moral, tem bastante culpa também, por ter exaltado o egoísmo (mão invisível).

Hoje, economia se resume a maximizar o ganho. Esqueceram de que é uma ciência social.

Abraço,
Pedro Erik