sexta-feira, 17 de junho de 2011

As Cinco Guerras do Obama


Em 2009, ocorreu uma das premiações mais ridículas da história, Obama, que tinha acabado de chegar à presidência dos Estados Unidos, recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Até aquele momento, Obama só tinha promessas e não cumpriu nenhuma nem antes nem depois da premiação. Prometeu fechar a prisão de Guatânamo, acabar com as guerras do Iraque e do Afeganistão, e entrar em acordo com o Irã. Quem não "nasceu hoje" sabia que ele não iria cumprir nenhuma dessas promessas, por que então deram o Prêmio Nobel da Paz para ele? Boa pergunta e a resposta passa pela incompreensão do governo Bush e pelo domínio da esquerda nos meios de comunicação no mundo.

Bom, além de não conseguir a paz, o Obama está aumentando o número de campos de batalha. Agora os Estados Unidos estão combatendo em cinco países: Iraque, Afeganistão, Paquistão, Líbia e Iêmen. Steve Chapman contou "apenas" quatro guerras, eliminou o Paquistão. Mas não se pode desconsiderar o Paquistão, o governo deste país apenas disfarça que está cooperando com os Estados Unidos, basta ver o caso da morte do bin Laden (que estava escondido em uma casa luxuosa para o local, a apenas 1 km de um quartel paquistanês ) e todas as ações militares que os Estados Unidos fazem por lá. E ontem, o Paquistão para mostrar mais uma vez aos americanos que eles não do outro lado, prenderam cinco infromates que ajudaram a CIA  a encontrar bin Laden.

Eu ainda acho que está pouco, há muito mais guerras e desafios no mundo, como na Síria, na Nigéria, no Líbano, no Barein, na China, na Coréia do Norte, na Colômbia, etc., o que não pode é ele receber o Prêmio Nobel da Paz, quando muito mais gente está sofrendo em tantos países pela defesa dos direitos humanos. Elas é que merecem. No ano seguinte, graças a Deus, a comissão do Nobel da Paz resolveu premiar quem realmente merece: Liu Xiaobo que está preso na China por causa de sua luta pela democracia.

O jornal inglês The Guardian parece querer que Obama também devolva o prêmio de transparência que ele recebeu neste ano. O jornal faz uma lista de ações nada transparentes de Obama. O jornal diz que Obama aumentou a falta de transparência em comparação ao antecessor George Bush. Lembra que ironicamente Obama recebeu o prêmio em segredo, pois se a imprensa tivesse visto teria zombado da estupidez do ato. E olha que o The Guardian é tudo, menos de direita.

Não acho que Obama tem de devolver os prêmios, ele não tem culpa da estupidez das ONGs mundias que premiam quem não merece. O Prêmio Nobel da Paz tem uma longa história de premiar quem não merece, como Yasser Arafat, Al Gore e Henry Kissinger. As ONGs e o mundo precisam é ter e seguir princípios claros para premiar alguém.

2 comentários:

Eduardo R. V. disse...

Essa quantidade de campos de batalha andam crescendo muito. Ou, talvez, estejam sendo mais noticiados.

De qualquer forma, seria bom uma diminuição.

Pedro Erik disse...

Seria ótimo que houvesse uma diminuição, Eduardo.

Mas os defensores da Lei Sharia estão soltos, amigo. Estão descendo a África e fazendo passeatas na Europa.

Abraço,
Pedro