quinta-feira, 23 de junho de 2011

Os Ratzingers há 60 anos



No dia 29 de junho faz 60 anos que dois Ratzingers foram ordenados padres. Georg Ratzinger tinha 27 anos e Joseph, 24. Vocês vão entender a foto da cotovia acima no vídeo da Rome Reports, que conta a história dessas ordenações. Traduzo o vídeo em azul.


video

Em sua autobiografia, o então cardeal Joseph Ratzinger, explicou como o dia de sua ordenação foi o dia mais importante da sua vida. Era dia 29 de junho de 1951. Neste dia cardeal von Faulhaber de Munique ordenou os irmãos Ratzingers na Catedral de Freising. Georg tinha 27 e Joseph, 24. A família deles era muito religiosa, então os pais não ficaram surpresos com a decisão dos filhos em se tronarem padres.

Monsenhor Georg Ratzinger diz: "Eu não acho que houve um momento preciso quando nós falamos com nossos pais. Era um contínuo desenvolvimento, algo que ia ficando cada vez mais claro, de maneira que não precisamos dizer nada aos nossos pais. Era algo não dito, mas nossos pais sentiram que era o caminho que queríamos. E eles disseram sim a isto. Eles disseram que ninguém deve interferir nas escolhas vocacionais das crianças, no máximo aconselhar, mas são os filhos que escolhem suas próprias vidas".
O futuro papa tinha entrado quando era menor no seminário, doze anos antes, em 1939. Mas ele foi obrigado a abandonar o seminário quando veio a guerra. Durante a guerra, Hitler obrigou que todos os jovens defendessem seu país. Joseph foi trabalhar na trincheira e ajudou a construir defesas aéreas.

Depois da guerra, o seminário deles estava em ruínas. Os dois irmãos retornaram a cidade deles para reconstruí-la e continuar seus estudos.

Monsenhor Georg Ratzinger diz: "Naquela época todo soldado voltando da guerra tinha que provar que tinha algum trabalho, para assegurar que não ficasse inativo. Todos participaram da reconstrução do país que estava quase totalmente destruído. O reitor do seminário disse: "para evitar vocês irem para qualquer outro lugar, onde não se sentirão confortáveis, por que vocês não vêm para cá ajudar a reconstruir o seminário. Nós temos muito trabalho para vocês". E então eu e meu irmão fomos para o seminário e ajudamos a limpar e consertar os seminário".

Cinco anos depois dos estudos e de preparação veio o dia 29 de junho de 1951. Neste dia algo aconteceu que ficou para sempre na memória de Joseph Ratzinger.

Joseph Ratzinger escreveu no livro My Life: "Quando o arcebispo colocou suas mãos nas minhas, um pássaro, talvez uma cotovia, saiu voando do altar e cantou um linda canção, para mim era como uma voz do céu me dissesse "está indo bem, você está no caminho certo".

O primeiro trabalho de Joseph Ratzinger foi na Igreja Precious Sange Christ em Munique. Lá, ele confessava as pessoas diariamente das 6 às 7 da manhã. E era também responsável por programas para a juventude, que incluíam ensinar religião para crianças.

Ele ficou apenas 1 ano nesta paróquia. Quando o bispo viu o talento dele para ensinar, ele foi chamado para o seminário para preparar futuros padres.


Deus abençôo os Ratzingers, o  mundo precisa muito deles.


Nenhum comentário: