segunda-feira, 13 de junho de 2011

Meio Ambiente e Conta de Energia


Em janeiro de 2008, durante a campanha, Obama (que aparece na foto acima com Al Gore) disse que seu plano para limitar e negociar créditos de carbono (cap and trade) fará com que as contas de energia dos usuários explodam (veja o vídeo abaixo), traduzo em azul.


video

Isto é para o povo americano dizer que isso é realmente importante, e forçar seus representantes a fazer a coisa certa, isto requer mobilizar os cidadãos, pois eles entendem o que está em risco. E mudança climática é um grande exemplo, como eu falava antes sobre o problema do uso do carvão para produzir energia. No meu plano de cap and trade, as taxas de eletricidade necessariamente vão explodir, sem considerar se carvão é bom ou ruim, porque eu vou limitar o uso de gases de efeito estufa, então todas as geradoras de energia terão que alterar seu modo de produção. Isto custará dinheiro e eles transferirão o custo aos consumidores.

Pois é, Obama não conseguiu aprovar seu plano de cap and trade. Boa parte dos membros do partido dele não apoiou nem apoia esta idéia, porque os estados dos deputados dependem da energia gerada por carvão ou óleo, e há uma crise científica generalizada mundialmente na idéia de mudança climática provocada pelo homem. Hoje, ninguém fala mais disso nos Estados Unidos.

Mas Obama procurou uma maneira de escapar do Congresso e ampliou a capacidade de regulação da agência ambiental sobre as geradoras de energia. Isto terá o mesmo efeito do cap and trade. Ontem, na cidade de Obama, Chicago, foi noticiado que as geradoras de energia que usam carvão devem aumentar os preços que cobram dos consumidores de 40 a 60% nos próximos anos, por causa da regulamentação ambiental.

Em qualquer momento, isto é uma péssima notícia, mas agora, com os Estados Unidos em contínua crise econômica, é horrível. A leitura do assunto é: ou Obama quer destruir a economia americana ou acha que as fontes que ele considera renováveis podem substituir as fontes tradicionais de energia rapidamente. Ele usa o peso das contas sobre os consumidores, para mobilizá-los para que ataquem as geradoras de energia que ele não gosta. Acho que o efeito será o contrário, os consumidores americanos saberão a quem culpar.

Na Inglaterra, as contas de energia já estão subindo por conta de medidas para conter a emissão de carbono.

O mundo entrou numa loucura realmente cara, que prejudicará a economia global, provocando mais pobreza no mundo. Não pensem que custos de energia nos países ricos irão ficar restritos a eles, estes países  comprarão menos dos países mais pobres.

A idéia de mudança climática provocada pelos gases de efeito estufa está longe de ser provada e há muitos dados que provam o contrário. Por exemplo, na semana passada,  Clive Best testou a previsão do órgão da ONU que lida cientificamente com a  mudança climática (IPCC) e o que realmente aconteceu. A conclusão foi que as temperaturas atuais estão abaixo da menor previsão do IPCC, mesmo com a emissão de gases de efeito estufa aumentando desde o começo.

6 comentários:

Anônimo disse...

oi Pedro.

Quando o Augusto n está no blog a orientação de nao tocar no fhc é levada à cabo.
Comentei a quantidade de banqueiro e empresário neo lulista no regabofe dos 80 anos do ex presidente.
A diferença entre pt e psdb é quase nenhuma.
o que o pt fez foi usar, abusar e degenerar tudo o que o psdb fez:
uso discricionário do bndes, programas como bolsa família e até os cartões corporativos.
a aproximacao com as farc ocorreu no governo fhc - lembre-se do oliverio medina.
o mst ganhou musculatura e verbas públicas no governo fhc.
e abriu o flanco para ongs de netinhos, idelis e lurians.
mas esse assunto é proibido. o reinaldo azevedo nao publica! o AN, sim.
ao menos já publicou meus pensamentos sobre os institutos teotonio vilela e ifhc.
psb

Pedro Erik disse...

Caro psb,

Concordo com você. Inclusive, lancei FHC para HSV deste mês, por causa da posição dele sobre drogas. Veja lá no post do Augusto sobre o Gurgel. Até agora ninguém me apoiou.

Considero o Augusto Nunes o melhor e mais gentil jornalista do Brasil. Tenho orgulho de ser chamado de meu amigo por ele.

Não leio o blog do Reinaldo Azevedo.

Você tem toda razão sobre BNDES, FARC e MST. FHC e Lula têm poucas diferenças ideológicas. Nos Estados Unidos, os dois estariam no mesmo partido.

A diferença entre eles é abissal em questões éticas e em formação intelectual. Lula é um mentiroso contumaz, amoral e ignorante. FHC é honesto. Mas também tem uma moral relativa, como o caso das drogas revela.


Grande abraço,
Pedro Erik

Anônimo disse...

vivemos na era da mentira e da manipulação mais descarada.
a dilma conseguiu perto de 40% dos votos do eleitorado total - 46 milhoes de votos em 136 milhoes de eleitores.
na semana seguinte às eleicoes ela já gozava de 65% de aprovação popular apurada pelos famigerados institutos.
a popularidade de 80% do lula é tão real quanto "a verdade inconveniente" do gore.
o povo brasileiro tem ideias claras dos assuntos que o afetam. basta ver o resultado do referendo sobre porte de armas e estudos sobre o aborto. o povo conhece perfeitamente os assuntos e rejeita a agenda "progressista". olha esse vídeo que rola marginalizado:
http://www.youtube.com/watch?v=ArlfbWPeo24
o problema é que o bombardeio de mentiras e propaganda é tão intenso que a população acaba confusa e acreditando nessas produções ensaiadas que dão certo desde o lançamento dos beatles pela emi.

a busca por energias alternativas é louvável. mas a propaganda e os interesses inconfessáveis são os motores dessas políticas, infelizmente.

faz uns 2 anos, por obrigacoes profissionais, que mexo com o setor de energia. petróleo e gás e hidrogeracao.

hj ninguém mais acredita na origem biótica do petróleo. ou em oil peak. a busca é por petróleo barato.

a emissao de co2 tbm é outra baboseira. co2 corresponde a 0,4% da atmosfera. as emissoes anuais humanas afetariam essa proporcao em centenas de anos.

os assuntos parecem desconexos (pt-fhc-energia), mas fazem parte da intenção clara dos meios de comunicação em alienar o leitor.

um abraco.

ps. o AN voltou.

Pedro Erik disse...

É isso, caro psb.

Há muitas fontes de energia possíveis. Muitas estão sendo desenvolvidas com grande êxito. Esse negócio de mudança climática por CO2 é bobagem.

Sobre o que você falou no começo, eu diria que no mundo todo, em geral, a imprensa é esquerdista. O que é importante é uma oposição às idéias esquerdistas, que nós não temos.

Grande abraço,
Pedro Erik

Anônimo disse...

faltou um zero na proporcao de co2.

ele perfaz 0,04% da atm terrestre.

e as emissoes humanas anuais desse gás são uma notação científica ridícula...

a ação humana é mais incapaz de modificar atm do que uma simples atividade vulcânica (como a do desconhecido puyehue).

no "midia a mais", faz uns 2 meses, saiu uma entrevista de um cara da Copel (paranaense que investiu muito em eólica) que dá o tom da viabilidade da atual tecnologia de turbinas de vento.

psb

Pedro Erik disse...

Obrigado pela informação, psb.
Abraço,