terça-feira, 17 de maio de 2011

Dois Milagres de Fátima


Eu ia escrever este post no dia do aniversário do blog (13 de maio), mas ao ver uma reportagem da CNN sobre as escolas islâmicas no Afeganistão fiquei muito atordoado com a estupidez que fazem com as crianças e falei dessas escolas.

Mas hoje algo me disse que eu não devia abandonar aquilo que tinha preparado para escrever. O blog faz aniversário no dia N. Sa. de Fátima, eu iria fazer em homenagem a ela. Escreveria sobre os 30 anos da tentativa de assassinato de João Paulo II (salvo por N.Sa. de Fátima) e sobre o Milagre do Sol do dia 13 de outubro de 1917. Outubro é o mês de meu aniversário, então, pediria licença a maio para falar desse acontecimento de outubro.

São dois (talvez maiores, nunca se sabe) milagres de Fátima.

Abaixo o vídeo da Rome Reports sobre a tentativa de assassinar o Papa no dia 13 de maio de 1981. Vejam que há informações novas muito interessantes, traduzo em azul.


video

Quarta-feira, 13 de Maio de 1981, João Paulo II vem para a Praça São Pedro no seu papa móvel. Entre milhares, uma mão segura um revólver calibre 9. Três tiros são ouvidos.

Depois de um momento de confusão, João Paulo II cai. Sua roupa branca está manchada de sangue. Uma bala o acerta no abdômen.

O serviço de segurança é ativado. O seu médico manda que enviem o Papa para o Hospital Gemelli imediatamente.

Durante cinco horas de operação, a bala é extraída. As primeiras palavras do Papa surgem depois de cinco dias, na Rádio Angelus. Ele disse que perdoava o homem que tentou matá-lo.

O papa levou muitos anos para falar do que ocorreu. No seu livro "Memory and Identity", que foi publicado apenas dois meses antes de sua morte, ele disse que o agressor, Ali Agca mirou corretamente mas escolheu o dia errado.  13 de Maio é o dia de N.Sa. de Fátima. Ele também disse que o ataque "não foi iniciativa de Agca, mas de outra pessoa".

Em 1982, João Paulo II colocou a bala que o atingiu ele na coroa de N.Sa. de Fátima. No ano 2000, ele revelou que o Terceiro Segredo de Fátima fez referência ao ataque. Ele lembrou como os três pastores tinham visto "um bispo vestido de branco caminhando cansado em direção a cruz quando cai morto no chão".

No Natal de 1983, João Paulo II visitou Ali Agca na prisão e o perdoou diretamente. Embora de acordo com Joaquim Navarro-Valls, porta-voz do Vaticano durante o pontificado João Paulo II, o turco nunca pediu perdão.

Joaquin Navarro-Vals diz: "No seu livro, o Papa escreve sobre o encontro com Agca. Depois de muitos anos do ataque. Ele esperava ver algum sinal de arrependimento, um pedido de desculpas...Mas a única coisa que interessava a Agca era saber por que ele não conseguiu matar o Papa. Ele também queria saber sobre os segredos de Fátima".

Cardeal Joseph Ratzinger (atual Papa Bento XVI) diz: "Ali Agca estava apenas interessado nas tecnicalidades do incidente e não na moralidade de seu ato. Ele ficou perguntando, como ele, um atirado experiente, poderia ter falhado. Ele também enviou várias cartas da prisão. Ele me pediu: "fale sobre os mistérios de Fátima, porque se eu entendê-los, talvez possa descobrir por que não consegui matar o Papa".

13 de Maio de 2011 marca o trigésimo aniversário da tentativa de assassinato. João Paulo II foi beatificado. Ali Agca está livre da prisão desde janeiro de 2010, após ficar preso por 29 anos. Mas as perguntas permanecem: "por que ele quis matar o Papa? E quem mandou ele fazer isso?

Agora o Milagre do Sol.

O blog New Theological Movement discutiu o Milagre do Sol no dia 13 de Maio. A posição do autor Reginaldus é bem interessante, concordo plenamente com ele.

Ele diz que o Milagre do Sol de Fátima tem a mesma revelação da Estrela de Belém que anunciou o nascimento de Jesus Cristo. Os movimentos do Sol e da Estrela não são movimentos físicos dos corpos celestes, são milagres divinos, são fenômenos criados pelo divino. Se o sol tivesse movido, mudado de cor ou caído na Terra  como dizem as milhares pessoas que o viram fazer essas coisas, nós não estaríamos aqui. 

Abaixo, um filme com as fotos tiradas do dia do Milagre do Sol, em 13 de Outubro de 1917. Traduzo em azul as frases colocadas.

video

Da estrada, qualquer um podia ver a imensa multidão olhando para o céu.

Os pequenos pastores chegam meia hora antes do esperado.

As pequenas meninas (Lúcia e Jacinta) que usam coroa de flores são carregadas até o local.

Lúcia diz para que todos fechem seus guarda-chuvas. Todos obedecem imediatamente.

Muitas pessoas com lábios secos de orar ficam paralisadas.

O sinal visível que foi anunciado está pronto para acontecer.

A grande multidão olha para o sol que está sem nuvens.

O sol gira sobre si mesmo como um anel de fogos de artifício.

Isso era o que todos pediam, um sinal do céu que era suficiente para satisfazê-los e os convencer da sua fé.

Ave N.Sa.de Fátima.

Nenhum comentário: