terça-feira, 3 de outubro de 2017

Bispos na Espanha e o Referendo da Catalunha


A separação da Catalunha é, para mim, uma revolta comunista que vem desde a Guerra Civil. Os comunistas ainda não engoliram a derrota. E as crianças da Catalunha são ensinadas a odiar a Espanha. Devem estar precisando de uma Escola Sem Partido por lá também, como em todos os lugares.

Apenas em termos econômicos, a separação da Catalunha seria uma estupidez. A região representa 20% do PIB espanhol, mas é a região mais endividada da Espanha. A região está quebrada financeiramente.

Como sempre ocorre, políticos de esquerda se aproveitam de crises econômicas para reforçar suas políticas que levam inexoravelmente à divisão, separação, desordem, caos.

Interessante é ver o que disseram os bispos espanhóis sobre o referendo. Em geral, fiquei feliz com a opinião deles, com exceção dos bispos da própria região. Pode-se dizer que os bispos da região ou tentam ficar em cima do muro ou aderiram à divisão, destruição da Espanha.

O jornal The Catholic Herald traz um apanhado das opiniões dos bispos:

- Bispo de Córdoba, Fernandez, disse que a pátria está em perigo com o referendo ilegal, e atribui o atual momento da Espanha à falta de moral e de crença em Deus. Disse que a necessidade do amor à pátria vem do 4º mandamento: honrai pai e mãe. Além disso, o bispo declarou apoio à polícia.

- Arcebispo de Oviedo condenou o plebiscito e disse que a culpa é dos governantes catalães que usam as escolas para doutrinar as crianças.

- Arcebispo de Valência, Cañizares, disse que não há Catalunha sem Espanha nem Espanha sem Catalunha.

- Arcebispo de Barcelona, José Omella, foi mais político. Condenou as ações policiais contra os catalães, disse que o povo catalão deveria ter seu direito respeitado e clamou pela Paz de Deus.

- Bispo de Solsona, Xavier Novell, atacou fortemente o governo e a polícia espanhola, dizendo que a polícia espanhola era um grupo paramilitar e disse que a região tinha direito a se separar da Espanha e que esse direito era o mais importante de todos. Em suma, um bispo político esquerdista.

Em suma, tomem suas posições. A Verdade (Cristo) e o erro em guerra, dentro e fora da Igreja.


6 comentários:

Isac disse...

Eis que Nossa Senhora disse à monja Agnes Katsuko Sasagawa:
"O Diabo se infiltrará até mesmo na Igreja de tal um modo que haverá cardeais contra cardeais, e bispos contra bispos. Serão desprezados os padres que me veneram e terão opositores em todos os lugares. Haverá vandalismo nas Igrejas e altares. A Igreja estará cercada de asseclas do demônio que conduzirá muitos padres a lhe consagrar a alma e abandonar o serviço do Senhor".
"O demônio especialmente dirigirá sua ira contra almas consagradas a Deus. O pensamento da perda de tantas almas é a causa de minha tristeza. Se os homens aumentarem ainda mais seus pecados em número e gravidade, já não haverá nenhum perdão para eles ".
Assim como hoje, bem mais acirradamente, também bispos x o papa e esse x certos bispos desalinhados com ele por descompartilharem de certas ideias dele que seriam revolucionarias...

Anônimo disse...

Por detrás de tudo isso: a maçonaria.

Marco de Oliveira disse...

Pedro, você sabe quais são as forças por trás desse plebiscito? Há dedo do George Soros?

Abraço

Pedro Erik disse...

Caríssimo Marco,

Seguramente uma força que está por trás é do Diabo. Diabo significa dividir, trazer caos, insegurança, medo.

Outra força que está por trás é do comunismo, o referendo é apoiado pela esquerda espanhola, ainda na luta contra o General Franco.

Não sei se o Soros tem dinheiro nisso, o que eu sei é que a Catalunha já começou a perder dinheiro com a brincadeira, bancos e empresas estão mudando suas sedes de Barcelona para Madri. Hoje mesmo recebi um relato do FMI alertando sobre isso, veja abaixo:

Banco Sabadell announced yesterday intentions to relocate its headquarters outside of Catalonia to avoid legal uncertainties as the crisis unfolds. CaixaBank and other major companies worth at least €40bn according to news outlets are also reportedly considering plans to relocate their headquarters. The Spanish government is preparing a decree allowing companies to relocate their headquarters without the need to calling for a general assembly of shareholders.

Abraço,
Pedro

Marco de Oliveira disse...

Muito obrigado Pedro, antes de ler sua matéria, estava com um pouco de receio em relação ao plebiscito, agora tenho receio total!

Aproveitando a palavra, terminei de ler o seu livro é gostei muito! Fiquei com a mensagem de que a paz não é a ausência de guerras, mas sim fruto indireto da justiça e direto da caridade. Parabéns!

Pedro Erik disse...

Muito obrigado, meu amigo.
Exatamente.Paz fruto indireto da Justiça e direto da caridade. Fugir da guerra pode ser fugir da justiça e da caridade.

Muito bom que tenha gostado do livro.

Grande abraço,
Pedro